Exposição Tesouros Paulistas reabre neste sábado no prédio da Fiesp

Agência Indusnet Fiesp

Após permanecer fechada por três dias a pedido da Curadoria do Acervo do Governo do Estado de São Paulo, em função dos atos de vandalismo ocorridos no último dia 13, a Galeria de Arte do Sesi-SP volta a abrir a exposição Tesouros Paulistas normalmente neste sábado (17/12).

A mostra gratuita, que fica em cartaz até 28 de fevereiro, das 10h às 20h, reúne uma seleção inédita de mais de 300 peças vindas dos Palácios dos Bandeirantes (São Paulo) e Boa Vista (Campos do Jordão), que vão desde o período colonial até o Modernismo.

Entre os destaques estão ícones da história da arte brasileira como Anita Malfatti, Tarsila do Amaral, Alfredo Volpi, Victor Brecheret, Clóvis Graciano, Tomie Ohtake, Samson Flexor, Cândido Portinari, Di Cavalcanti, Flávio de Carvalho, Tomás Santa Rosa e Aleijadinho

A Fiesp e o Sesi-SP reiteram seu compromisso em oferecer uma programação cultural gratuita e de alta qualidade para a população.

Acervos dos Palácios do Governo do Estado de São Paulo integram a mostra. Foto: Everton Amaro/Fiesp

 

Serviço:
Tesouros Paulistas – Coleções de arte dos Palácios do Governo do Estado de São Paulo
Período: até 28 de fevereiro de 2017
Horário: diariamente, das 10h às 20h (com entrada até 19h40)
Local: Galeria de Arte Sesi-SP (Av. Paulista, 1.313 – em frente à estação Trianon-Masp do Metrô)
Classificação indicativa: Livre

Grátis. Mais informações em www.sesisp.org.br/cultura.

Ataque de vândalos ao prédio da Fiesp leva à suspensão da exposição “Tesouros Paulistas”

Agência Indusnet Fiesp

A exposição “Tesouros Paulistas”, aberta na última terça-feira (13), na Galeria de Arte do Sesi-SP, que recebe milhares de pessoas por ano para exposições gratuitas, permanecerá fechada a pedido da Curadoria do Acervo do Governo do Estado de São Paulo, que considerou o espaço vulnerável após os ataques de vândalos na noite de terça-feira, quando o prédio da Fiesp foi invadido e depredado.

O ato colocou em risco mais de 300 obras e, em especial, duas de valor inestimável: Ventania, de Anita Malfatti e Operários, de Tarsila do Amaral, que estavam expostas na parede que dá de frente para a avenida Paulista e que era protegida por mais de 26 metros de vidros, estilhaçados por ataques de rojões e esferas de metal arremessadas por vândalos.

O Centro Cultural Fiesp também cancelou a programação do Fiesp/Sesi Domingo na Paulista deste final de semana, que teria como atrações o Coral Jovem da Igreja Adventista de Vila Maria e a Banda Paralela, por questões de segurança e por ter tido palco, microfones, pedestais de microfones, banco de bateria destruídos.

A Fiesp continua trabalhando para que seus espaços culturais voltem à normalidade o mais rapidamente possível para atender, como sempre, à população com programação gratuita e de qualidade.