Fiesp, Sesi-SP e Senai-SP participam de Feira Internacional de Alimentação Fora do Lar

Agência Indusnet Fiesp,

A Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), o Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP) e o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial de São Paulo (Senai-SP) participam da 30ª Feira Internacional de Produtos e Serviços para a Alimentação Fora do Lar com palestras gratuitas organizadas em seus estandes durante a mostra, de 24 a 27 de junho, no Expo Center Norte.

O Departamento de Micro, Pequena e Média Indústria (Dempi) da federação participa do evento com um  ciclo de palestras gratuitas organizadas em seu estande. “Temos atuado na capacitação empresarial de dirigentes e colaboradores das empresas e esta parceria fortalece ainda mais a nossa missão de levar conteúdo e informação atualizada para melhoria de gestão dos negócios das pequenas e médias indústrias“, afirma o diretor-titular do Dempi, Milton Bogus.

Já o Sesi-SP e o Senai-SP devem apresentar palestras sobre alimentos nos quatro dias de exposição. Os temas serão apresentados por especialistas das duas instituições.

Este ano, o Senai-SP deve apresentar palestras sobre cookies, alfajores e chocolates e suas aplicações às 14h e às 17h durante os quatro dias de exposição. Já o Sesi-SP deve fazer exposições sobre vitaminas a partir da castanha do Brasil e demonstrar receitas de bruschetta de casca de abóbora.

Há 30 anos a Fispal Food Service reúne mais de 60 mil profissionais de alimentos e apresenta as novidades em equipamentos, acessórios, embalagens, produtos e em serviços para a cadeia da alimentação de rua: restaurantes, bares, pizzarias, padarias, buffets, cafeterias e hotéis. O encontro anual também reúne distribuidores e lojistas do segmento.

Serviço

Fispal Food Service 2014

Data e horário: 24 a 27 de junho, das 13h às 21h
Local: Expo Center Norte: Rua José Bernardo Pinto, 333

Palestras Gratuitas promovidas pelo Departamento da Micro e Pequenas Indústria
Veja a programação e inscreva-se!

 

Visite os estandes:

FIESP – Rua I e J – números 19 e 20
SESI-SP e  SENAI: Ruas J e K – números 15 e 16

 

Nutricionistas do Sesi-SP destacam a importância da alimentação no esporte

Ariett Gouveia, Agência Indusnet Fiesp

Além da importância dos treinos físicos, das orientações técnicas e táticas, a alimentação é outro ponto fundamental para o desenvolvimento dos atletas. No caso das equipes de vôlei do Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP), por exemplo, há uma profissional responsável por cada equipe: Larissa Vieira Marino cuida da equipe masculina, enquanto Vanessa Brito Reis é a nutricionista do feminino.

O cardápio dos atletas é feito seguindo os preceitos da alimentação saudável, incluindo todos os grupos alimentares. A diferença está na forma de suprir o desgaste dos treinos e competições. “A necessidade nutricional desses atletas é elevada e deve ser suprida com uma adequada quantidade de energia e outros nutrientes, distribuídos de forma equilibrada em todas as refeições do dia”, explica Larissa. “Muitas vezes, são utilizados suplementos alimentares para complementar a oferta de alguns nutrientes específicos que não são ingeridos em quantidades adequadas somente com alimentos.”

Mais do que diferenças entre os atletas do masculino e do feminino, as dietas são criadas de acordo com as especificidades de cada jogador. “A demanda nutricional dos homens geralmente é maior que das mulheres. Mas a dieta de cada jogador é elaborada individualmente. Consideramos a idade, sexo, peso e composição corporal, posição em que joga e fase da competição”, disse. “Adaptamos esses alimentos também às preferências alimentares e à disponibilidade de horários de cada atleta.”

Assim, os jogadores recebem cardápios que devem ser seguidos durante todos os dias da semana. A partir daí, recebem orientações de como devem ser feitas as refeições que antecedem ou procedem aos jogos, todas com as suas particularidades.

“As refeições feitas antes do jogo devem ser, preferencialmente, ricas em carboidratos, que fornecerão energia para as competições, pobres em gorduras e moderadas em proteínas. Recomendamos que evitem frituras, carnes gordurosas, maionese, doces concentrados e bebidas gaseificadas, pois esses itens dificultam o processo de digestão; além de carnes, peixes e ovos crus ou mal cozidos, os quais têm um risco elevado de contaminação”, conta Larissa. “Após o jogo indicamos uma refeição completa, contendo carboidratos em maior proporção, proteínas, vitaminas e minerais, visando a rápida recuperação do atleta.”

Nada de menus exóticos

Antes das partidas decisivas, as nutricionistas pedem que os atletas não façam mudanças radicais ou consumam alimentos pesados ou exóticos. “A principal recomendação é não mudar nada na alimentação habitual, para não ter surpresas desagradáveis. Não é o momento, por exemplo, de experimentar uma preparação diferente ou um novo suplemento alimentar”, explica Larissa. “Sugerimos que o atleta siga as orientações sobre alimentação antes do jogo e evite condimentos, temperos fortes ou alimentos que não são bem digeridos por cada um.”

E nos períodos de férias? Os atletas podem comer o quiserem? Segundo a nutricionista, não há como controlar, mas a recomendação é manter a linha. “Após a Superliga, os atletas saem de férias e muitos mudam a rotina alimentar. Não é recomendado que “liberem a alimentação” radicalmente e consumam tudo que tiverem vontade”, diz a especialista.

“Preconizamos que tenham uma vida social, comendo todos os tipos de alimentos, tendo, porém, bom senso com relação à quantidade e frequência a ser consumida, para não perder todo o trabalho feito durante a temporada.”

Sesi-SP oferece curso de alimentação para tipos específicos de doença

Karina Silva, Agência Indusnet Fiesp

Preocupado com o nível alarmante de obesidade entre os brasileiros e outras doenças ligadas a má alimentação, o Sesi-SP oferece, gratuitamente, o curso Sabor na Medida Certa. O público-alvo são pessoas portadoras de hipertensão, colesterol alto, diabetes e obesidade (adulta e infantil) e seus familiares. As aulas começam no mês de abril. Os interessados podem se inscrever até o dia 10 de abril, em 24 unidades de todo o estado. As vagas são limitadas.

A cada módulo, o participante aprenderá receitas, elaboradas pelas nutricionais do Sesi-SP, com índice nutricional balanceado e ingredientes saudáveis. Além de dicas de saúde, orientação sobre alimentação e técnicas dietéticas e culinárias.

O curso tem duração de 10 horas e é distribuído em quatro aulas semanais de 2h30, ou três aulas de 3h20. Cada turma com capacidade máxima de 30 alunos. No encerramento de cada módulo, o aluno poderá adquirir a apostila com receitas e orientações específicas para o tema abordado. O valor é R$ 5.

Serviço
Sabor na Medida Certa
Unidades do Sesi-SP
Capital: A. E. Carvalho, Ipiranga e Vila Leopoldina.
Interior: Bauru, Campinas I, Campinas II, Franca, Guarulhos, Indaiatuba, Itú, Jacareí, Jundiaí, Limeira, Marília, Piracicaba, Ribeirão Preto, Rio Claro, Santo André, Santos, São José dos Campos, São José do Rio Preto, Sorocaba, Osasco e São Bernardo do Campo.
Cursos: Gratuito
Período: a partir de Abril de 2011
Inscrições: diretamente nas unidades de interesse do usuário ou por meio do site www.sesisp.org.br
Informações: (11) 3528-2000 (capital) ou 0800551000 (outras localidades).

Alimente-se bem oferece curso especial para celebrar a Páscoa

Karina Silva, Agência Indusnet Fiesp

Para festejar a Páscoa, o Programa Alimente-se Bem, do Sesi-SP lança o curso Páscoa Celebração em família, que será ministrado durante os meses de março e abril, em 41 unidades do Estado.

Por se tratar de uma comemoração religiosa que tem por costume trocar carnes vermelhas por brancas, como frango e peixe, as nutricionistas da entidade apresentarão menu com oito pratos inéditos, seguindo a tradição da data.

O cardápio é composto por diversos pratos: Sanduíche Diferente, recheado com pasta de grão de bico, Merluza na Moranga; Lasanha de Legumes com chuchu e cenoura; Terrine de Páscoa, preparado com atum e rama de cenoura picada; e Frango Surpresa.

Já o chocolate, alimento tradicional durante a festividade, será utilizado como base para o preparo de Trufas de Beterraba, Torta de Frutas com Chocolate e Delícia de Chuchu.

As receitas valorizam o aproveitamento integral de alimentos in natura e contribuem para a preparação de uma refeição nutritiva e econômica, com ingredientes típicos da cesta básica brasileira.

No final do curso, os participantes recebem um certificado e um folder com as receitas.

Serviço
Alimente-se Bem – Páscoa: Celebração em família
Unidades:
Interior: Americana, Araçatuba, Araraquara, Bauru, Birigui, Botucatu, Campinas I, Campinas II, Diadema, Franca, Guarulhos, Indaiatuba, Itapetininga, Itu, Jacareí, Jaú, Jundiaí, Limeira, Marília, Mauá, Mogi das Cruzes, Mogi Guaçu, Osasco, Piracicaba, Presidente Prudente, Ribeirão Preto, Rio Claro, Santa Bárbara D’oeste, Santo André, Santos, São Bernardo do Campo, São Caetano do Sul, São Carlos, São José dos Campos, São José do Rio Preto, Sorocaba e Tatuí.
Capital: A. E. Carvalho, Catumbi, Ipiranga e Vila Leopoldina.
Cursos: Gratuitos
Período: Março e abril de 2011
Inscrições: diretamente nas unidades de interesse do usuário ou por meio do site www.sesisp.org.br
Informações: (11) 3528-2000 (capital) ou 0800-551000 (outras localidades)

Alimente-se Bem oferece curso especial para festejar uma década de existência

Evelyne Lorenzetti, Agência Indusnet Fiesp

Para comemorar o décimo aniversário do Alimente-se Bem, o Sesi-SP lança o curso Celebrando 10 anos, que será ministrado gratuitamente nos meses de fevereiro e março, em 42 unidades do Sesi-SP em todo o estado.

As nutricionistas da entidade apresentarão menu comemorativo com 68 pratos inéditos e inusitados, como Sorvete Nutritivo, que tem entre seus ingredientes o chuchu; Docinho Nutritivo de Beterraba, com a aparência e textura de muffins, feito a partir da raiz e suas folhas e talos; e Bolo de Alface e Maçã, preparado com alface picado e a casca da fruta.

Além dos doces, os pratos salgados também ganharão destaque, a exemplo do Estrogonofe Camponês, que leva talos de brócolis e couve-flor e cascas de abóbora e batata doce; Suflê de Cenoura, feito com talos e ramas da verdura; e Rocambole de Frango com Molho Picante de Abóbora, com semente e casca de abóbora como ingredientes.

Economia e aproveitamento integral

Todas as receitas desenvolvidas cumprem as premissas do programa, que valorizam a economia financeira – propondo pratos com ingredientes baratos e que componham a cesta básica brasileira –, a utilização integral dos alimentos e o consumo de verduras, legumes e frutas.

No final do curso, além do certificado de conclusão, o aluno será presenteado com livro cujo conteúdo relata a história do projeto, experiências que marcaram a equipe e contempla 68 receitas inéditas.

Com dez anos de existência, o programa Alimente-se Bem possui mil receitas testadas e aprovadas, além de conscientizar mais de 1,150 milhão de pessoas sobre os benefícios físicos e ambientais da utilização integral do alimento.

Alimentação saudável

Para Tereza Watanabe, diretora da Divisão de Alimentação do Sesi-SP, se no início o programa teve como foco o aproveitamento integral dos alimentos, sua evolução está trazendo o foco para a alimentação saudável, sempre tendo como eixo a educação.

“Outro benefício é a redução do lixo orgânico nas cidades, o que pode representar até 50% em termos de volume”, completa.

Pesquisas – hábitos alimentares

Os princípios do Alimente-se Bem foram determinados a partir de pesquisas realizadas por nutricionistas da entidade, que observaram hábitos alimentares dos trabalhadores da indústria no Estado, preço dos alimentos e o teor nutritivo das dietas praticadas.

O levantamento também detectou grande desperdício de partes importantes dos alimentos, na maioria das vezes por desconhecimento de suas propriedades e possibilidades culinárias. A partir dessas informações foram desenvolvidas receitas que utilizam cascas, talos, folhas e ramas e dão origem a pratos saborosos, saudáveis, nutritivos e econômicos.

Desde então, o programa é aberto à comunidade – ministrado gratuitamente em unidades fixas e móveis do Sesi-SP – e levado a indústrias, prefeituras, universidades, organizações não governamentais e entidades assistenciais por meio de parcerias.

Como resultado, o programa foi multiplicado para mais de 4 milhões de pessoas e provou, por meio de estudos com universidades, que vários ingredientes apresentam mais nutrientes em suas cascas, talos e ramas do que nas próprias polpas.

Serviço:

Alimente-se Bem – Comemoração de 10 anos

Unidades:

Interior: Americana, Araçatuba, Araraquara, Araras, Bauru, Birigui, Botucatu, Campinas I, Campinas II, Diadema, Franca, Guarulhos, Indaiatuba, Itapetininga, Itu, Jacareí, Jaú, Jundiaí, Limeira, Marília, Mauá, Mogi das Cruzes, Mogi Guaçu, Osasco, Piracicaba, Presidente Prudente, Ribeirão Preto, Rio Claro, Santa Bárbara D’oeste, Santo André, Santos, Tatuí, São Caetano do Sul, São Carlos, São José dos Campos, São José do Rio Preto, Sorocaba e São Bernardo do Campo.

São Paulo, Capital: A. E. Carvalho, Catumbi, Ipiranga e Vila Leopoldina.

Cursos: gratuitos
Período: fevereiro e março de 2011
Inscrições: dias e horários deverão ser consultados na unidade de interesse ou por meio do site www.sesisp.org.br.
Informações: (11) 3528-2000 (capital) ou 0800-551000 (outras localidades).

Sesi-SP ensina a preparar refeições que, além de saudáveis, previnem doenças

Michele Carvalho, Agência Indusnet Fiesp 

Creme de couve-flor e soja, doce de arroz integral, sopa cremosa com aveia e suco de trigo. Estas são algumas das receitas que serão ensinadas, gratuitamente, no programa Alimente-se Bem, a partir de 2 de março, em 42 unidades do Sesi-SP.

Todos os pratos são preparados com ingredientes funcionais. Entende-se por funcional qualquer tipo de alimento que, além das funções nutricionais básicas, promova benefício à saúde.

Alimentos ricos em carotenóides, como o tomate, a soja, o nabo e o espinafre; e aqueles que possuem catequinas, caso da uva, do chá verde e do cacau, são exemplos de funcionais.

É atribuída aos carotenóides a prevenção de alguns tipos de câncer. Já as catequinas ajudam a reduzir os riscos de doenças cardiovasculares.

Os cursos com receitas funcionais fazem parte do programa Alimente-se Bem, do Sesi-SP, que incentiva o consumo de partes não convencionais dos alimentos como talos e cascas. A ideia é evitar o desperdício e garantir mais nutrientes à mesa.

Os interessados em participar das aulas gratuitas devem se dirigir a uma unidade do Sesi-SP e fazer sua inscrição. Ao final do curso, o participante receberá uma cartilha com informações técnicas de nutrição e 24 receitas inéditas. O site da entidade (www.sesisp.org.br) fornece o telefone de todas as unidades.

Serviço

Inscrição para o curso de Alimentos Funcionais – Alimente-se Bem
Local: 42 unidades do Sesi-SP: Catumbi, A.E. Carvalho, Ipiranga e Vila Leopoldina – na Capital –, Americana, Araçatuba, Araraquara, Araras, Bauru, Birigui, Diadema, Franca, Guarulhos, Indaiatuba, Itapetininga, Itu, Jacareí, Jaú, Jundiaí, Limeira, Marília, Mauá, Mogi das Cruzes, Mogi Guaçu, Osasco, Piracicaba, Presidente Prudente, Ribeirão Preto, Rio Claro, Santa Bárbara D’Oeste, Santo André, Santos, São Bernardo do Campo, São Caetano do Sul, São Carlos, São José dos Campos, São José do Rio Preto, Sorocaba, Tatuí e Campinas (Amoreiras e Santos Dumont).
Inscrições na Secretaria Única da unidade: até 26 de fevereiro
Datas das aulas: de 2 a 31 de março
Informações: (11) 3528-2000 (capital paulista) ou 0800-551000 (demais localidades)