Campanha Água na Medida da Fiesp/Ciesp distribuiu mais de 400 mil kits de redutores de água ao longo de dois meses

Solange Sólon Borges, Agência Indusnet Fiesp

Em dois meses de campanha, o kit composto por quatro redutores de vazão de ½ polegada beneficiou a população e entidades diversas que o solicitaram. O redutor plástico pode reduzir, no ponto instalado, em até 50% a vazão de uma torneira ou chuveiro, contribuindo de forma efetiva para minimizar o impacto da crise hídrica em residências, condomínios, prédios comerciais e industriais e escolas.

Na Avenida Paulista, foram distribuídos 200 mil kits e a iniciativa também incluiu a distribuição de 7.500 kits nas estações Consolação, Trianon-MASP, Brigadeiro e Paraíso, da Linha Verde do Metrô.

A campanha “Água na Medida”, realizada diariamente em uma das principais avenidas de São Paulo, beneficiou aproximadamente 100 mil pessoas em dois meses.

Foram entregues sete mil kits ao Corpo de Bombeiros, 20 mil redutores à Polícia Militar, para atender 1.300 quarteis, dois mil para a Polícia Militar Ambiental, para uso em 114 quartéis, e 700 redutores para a Guarda Civil Metropolitana.

A prefeitura de Mairiporã recebeu 8,5 mil kits para distribuição à população, e três mil kits foram entregues à prefeitura de Monte Alto.

Jogos do Sesi-SP
Outra ação se deu nos jogos de vôlei do Sesi-SP. Na semifinal feminina, realizadas no ginásio de Vila Leopoldina (SP), e na final masculina, em Belo Horizonte (MG), os times do Sesi-SP contaram com uniforme personalizado da campanha, replicando a mensagem “Água na Medida” na transmissão ao vivo das disputas.

Já na Vila Leopoldina, o ginásio ganhou a ambientação da campanha, foram distribuídos mil kits redutores aos torcedores.

No Dia Mundial da Água, em 22 de março, o time feminino de vôlei do Sesi-SP enfrentou o Brasília, nas quartas de final da Superliga Feminina 2024/2015, no ginásio da Vila Leopoldina, também com uniforme alusivo à campanha.

Consumo da indústria
Ao menos 65% da indústria reutiliza a água em seus processos produtivos, segundo os departamentos de meio ambiente da Fiesp e do Ciesp. A conscientização e o incentivo a essa boa prática levaram a indústria a reduzir em 47% a água utilizada na região de Campinas desde 2002.

Para o diretor do departamento de meio ambiente da Fiesp e do Ciesp, Nelson Pereira dos Reis, “com o trabalho intenso de uso eficiente da água que tem sido feito, a indústria reduz cada vez mais a sua demanda e também os impactos provenientes da atual crise”.

A próxima meta é levar a campanha Água na medida para cidades do interior paulista com o apoio das Diretorias Regionais do Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Ciesp).

Paulo Skaf entrega 7 mil redutores de água para o Corpo de Bombeiros

Agência Indusnet Fiesp,  

O presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Paulo Skaf, entregou nesta quinta-feira (19/3) sete mil kits de redutores de vazão de água para torneiras ao coronel do Corpo de Bombeiros, Cássio Roberto Armani.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1540220796

Paulo Skaf entrega sete mil kits de redutores de água. Foto: Ayrton Vignola/Fiesp


Desenvolvidos por alunos do Curso de Aprendizagem Industrial – Ferramenteiro de Moldes Plásticos da Escola Senai Mario Amato, os anéis de plástico que controlam a saída de água de torneiras de meia polegada devem ser utilizados em todos os batalhões do Corpo de Bombeiros do estado de São Paulo.

A entrega desta quinta-feira é um desdobramento da campanha Água na Medida, realizada pela Fiesp. No começo do mês, o diretor do Departamento de Meio Ambiente (DMA), Nelson Pereira dos Reis, entregou dois mil redutores ao comandante Geral da Polícia Militar Ambiental do Estado, coronel Renato Cerqueira Campos.

Bem Estar da Globo destaca redutores de vazão de água distribuídos pela Fiesp

Agência Indusnet Fiesp, 

A edição da segunda-feira (16/3) do programa Bem Estar, transmitido pela TV Globo, apresentou o tanque do Senai-SP utilizado na campanha Água na Medida da Federação e do Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp e Ciesp), que deve distribuir gratuitamente ao menos 1,5 milhão de kits com redutores de vazão de água para torneiras.

Na reportagem sobre o aumento de casos de dengue em São Paulo em função de reservatórios de água improvisados pela população, especialistas consultados pela apresentadora Mariana Ferrão afirmaram que é mais importante para a saúde pública controlar a saída de água do que estocá-la.

Desenvolvidos por alunos do Curso de Aprendizagem Industrial – Ferramenteiro de Moldes Plásticos da Escola Senai Mario Amato, os anéis de plástico que reduzem o volume de água das torneiras podem ajudar a reduzir o consumo em até 50%.

Clique aqui e veja reportagem completa do Bem Estar.

Oferta de água e licenciamento ambiental são pontos de atenção para a indústria

Solange Sólon Borges, Agência Indusnet Fiesp

A Câmara Ambiental da Indústria Paulista (CAIP), centro de debate e decisão sobre temas ambientais que interessam ao setor produtivo,  se reuniu na quarta-feira (11/3) na sede da Federação da Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp).

Durante o encontro, a gerente de Meio Ambiente da Fiesp, Anícia Pio, fez um diagnóstico da situação das bacias hidrográficas do estado e os impactos que a escassez hídrica pode ter na indústria.

O sistema Cantareira vive sua pior crise, mais intensa do que a registrada em 1953, quando o reservatório também registrou níveis dramáticos. Com capacidade para aproximadamente um trilhão de litros, em 2011 operava quase plenamente, abaixando o nível ano até os números negativos registrados em 2015, quando se lançou mão dos chamados “volumes mortos”.

Com as chuvas registradas nos últimos dias, houve pequena elevação do nível e, segundo Anícia, o risco agora é de ocorrer a desmobilização da sociedade. As medidas de economia de água precisam sem contínuas para todos, especialmente para uso urbano.

Também durante a reunião da CAIP, empresários discutiram como a indústria vem se preparando para manter a produção em meio à crise hídrica. Desde o ano passado, foram realizados diversos eventos, distribuídos folders e cartilhas voltadas ao setor produtivo para que se encontrem alternativas, como a preservação de água de chuva ou em poços artesianos.

No prédio da Fiesp,  as medidas tomadas levaram a uma economia de 19% no consumo de água, aumentando a capacidade de preservação para cinco dias. Além dessas ações, a Fiesp e o Ciesp lançaram a campanha Água na Medida com a finalidade de distribuir um milhão de redutores de vazão para a população. O diretor de Meio Ambiente da Fiesp, Nelson Pereira dos Reis, enfatizou a iniciativa tomada pelo presidente da entidade, Paulo Skaf.

Licenciamento ambiental
Outro tema debatido no encontro da CAIP foi a atualização dos meios para se obter o licenciamento ambiental, além de ser lançada a Cartilha Licenciamento Ambiental no Estado de São Paulo da Fiesp/Ciesp. A publicação traz informações essenciais ao setor produtivo, como links úteis e a legislação específica do tema, uma importante ferramenta de trabalho.

Essa obrigação legal para qualquer empreendimento sofreu diversas evoluções e novas modalidades e instrumentos surgiram facilitando o processo para o pequeno e médio industrial.

O SILIS, plataforma on-line para licenciamento dos pequenos empreendimentos, criado em 2006 em função de um pedido da Fiesp, foi uma ferramenta que deu agilidade ao processo. Em 2009, houve outra transformação do cenário quando surgiu a nova CETESB, a qual reuniu todos os órgãos de licenciamento do estado. No ano seguinte, em 2010, a Secretaria de Gestão lançou o Via Rápida. Trata-se de um sistema integrado de licenciamento em um único certificado, que agrega CETESB, Corpo de Bombeiros, Prefeitura e Vigilância Sanitária. Em 2011, a Lei Federal complementar n. 140 definiu claramente a competência dos municípios como licenciadores.

O histórico e as alterações promovidas pela nova legislação, e a criação desses organismos, estão explicados nesta cartilha.

Fiesp dobra produção de redutores de água e irá distribuir um milhão de kits

Solange Sólon Borges, Agência Indusnet Fiesp

Devido ao enorme sucesso da campanha Água na Medida, que já distribuiu 350 mil kits de redutores de vazão de água, o presidente da Federação e do Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp/Ciesp), Paulo Skaf, decidiu aumentar a produção e irá distribuir um milhão de kits nos próximos dias. A campanha prossegue até o dia 24 de março.

Cada kit é composto por quatro anéis plásticos que reduzem a vazão de água em torneiras de meia polegada. Em alguns casos, a economia chega a 50%.

Os redutores de vazão foram desenvolvidos por alunos do Curso de Aprendizagem Industrial – Ferramenteiro de Moldes Plásticos da Escola Senai Mario Amato e serão distribuídos gratuitamente em frente ao prédio da Fiesp/Ciesp na Avenida Paulista.

A distribuição dos kits ocorrerá até a realização do Seminário de Segurança Hídrica e a 10ª edição do Prêmio Fiesp de Conservação e Reúso da Água, no dia 24, na Fiesp.

Fiesp entrega 2 mil redutores de vazão de água à Polícia Militar Ambiental

Amanda Viana, Agência Indusnet Fiesp

A ação “Água na Medida”, promovida pela Federação e Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp e Ciesp) continua com a distribuição dos kits com anéis de plástico redutores de água para torneiras.

Nelson Pereira dos Reis, diretor do Departamento de Meio Ambiente (DMA) da Fiesp, entregou nesta sexta-feira (6/3), 2 mil redutores ao comandante Geral da Polícia Militar Ambiental do Estado, coronel Renato Cerqueira Campos, que serão utilizados em 114 quartéis. “Essa campanha nos dá a oportunidade de mostrar que a Fiesp tem um compromisso com o desenvolvimento sustentável e com a conservação dos recursos naturais”, comentou o diretor.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1540220796

Nelson Pereira dos Reis entrega o redutor de vazão ao coronel Renato Cerqueira Campos. Foto: Everton Amaro/Fiesp

Os redutores de vazão foram desenvolvidos por alunos do Curso de Aprendizagem Industrial – Ferramenteiro de Moldes Plásticos da Escola Senai Mario Amato. “A Fiesp sempre esteve envolvida em ações de preservação da água. Essa campanha mostra que a entidade é comprometida com a sociedade”, afirmou Nelson Pereira dos Reis.

Para o coronel Cerqueira, a ação é essencial para estimular a população a reduzir o consumo de água, e já encomendou à Fiesp mais 20 mil redutores, para estender a campanha aos 1.300 quartéis da Polícia Militar. “A ideia é envolver a PM como um todo nessa campanha de divulgação, estimulando a população a reduzir o consumo, para atingir os nossos objetivos”, disse o coronel.

“Essa campanha vai atingir não só nossos quartéis, mas também as famílias dos policiais militares, que, no contato diário com a população, levarão a mensagem de que o esforço conjunto vai garantir o sucesso sobre essa crise hídrica em nosso estado”, completou o coronel Cerqueira.