Parte da solução para a miséria pode estar no agronegócio, afirma 2º vice-presidente da Fiesp no Estadão

Agência Indusnet Fiesp

Imagem relacionada a matéria - Id: 1545237234Em artigo no jornal Estado de S. Paulo nesta quinta-feira (04/10), o segundo vice-presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), João Guilherme Sabino Ometto, diz que o agronegócio pode representar uma das soluções para as cerca de 16 milhões de pessoas que ainda vivem na linha de miséria, segundo dados do próprio governo.

Ometto defende a extensão aos pequenos produtores rurais do acesso a todos os avanços que a tecnologia agrícola propiciou ao setor.

Ele recorda que os avanços tecnológicos no campo tiveram impacto positivo na queda dos preços dos alimentos, “contribuindo para o combate à pobreza, e gerou poupança para financiar o desenvolvimento.”

De acordo com o segundo vice-presidente da Fiesp, a Embrapa e os governos estaduais, por meio dos seus institutos de assistência técnica e extensão rural, têm papel importante para a solução.

Leia o artigo na íntegra no site do Estadão.