Skaf participa de homenagem ao Dia do Agricultor

Agência Indusnet Fiesp

Em cerimônia nesta segunda-feira (31 de julho) na Assembleia Legislativa de São Paulo em homenagem ao Dia do Agricultor, o presidente da Fiesp e do Ciesp, Paulo Skaf, disse que o setor sucroalcooleiro é muito importante para o Brasil e principalmente para o Estado, que concentra usinas.

O setor sucroalcooleiro, “este entrelaçamento que deu certo [entre indústria e agricultura] está presente em mais de metade dos municípios de São Paulo”, destacou. “Temos que dar apoio ao agricultor, ao produtor, porque assim estamos dando apoio ao desenvolvimento do Brasil.”

Skaf defendeu o seguro rural, “uma segurança de renda”, para permitir o planejamento dos produtores, “porque se não fica muito arriscado”. Há necessidade de buscar certa estabilidade e estimular ainda mais a produção, defendeu.

Também é fundamental o papel das cooperativas no financiamento do agronegócio, destacou o presidente da Fiesp e do Ciesp.

Referindo-se ao setor produtivo ali reunido, Skaf disse que “o Brasil que funciona é este aqui, o Brasil da seriedade, o Brasil do emprego, o Brasil do desenvolvimento, o Brasil da paixão. Não se constrói uma Nação a não ser com muito trabalho, com muita competência”.

Skaf destacou que quem desenvolve uma nação é o suor da testa de cada um, o conjunto das pessoas. “Precisamos apenas de oportunidade, tirando as pedras do caminho daqueles que querem trabalhar, querem produzir, querem se desenvolver”, afirmou. “O resto as guerreiras e guerreiros como vocês, milhões por aí, em São Paulo e no Brasil, sabem dar conta do recado. É só deixar a estrada livre.”

O Brasil, afirmou Skaf, precisa no momento prioritariamente da retomada do crescimento, para combater o desemprego. “Temos que fazer que o país saia deste momento de pessimismo”, colocá-lo outra vez nos trilhos e novamente enxergar o espírito empreendedor, natural do brasileiro. “É hora de olharmos o Brasil como ele merece”, defendeu. “Os problemas, administramos e resolvemos. O que não é possível mais é continuar com uma agenda negativa no Brasil.”

Skaf defendeu também a continuidade das reformas, como a da Previdência, a política e a tributária. “Temos que modernizar estruturalmente o país”, disse, reforçando os alicerces para que a retomada do crescimento se dê sobre base mais firme, “por décadas”.

O presidente da Fiesp e do Ciesp afirmou ser gratificante participar das homenagens prestadas a pessoas que se destacaram por serviços prestados à agricultura.

O evento ocorreu por iniciativa do deputado estadual Itamar Borges (PMDB), presidente da Comissão de Atividades Econômicas da Assembleia, e teve a participação do presidente do Conselho Superior do Agronegócio da Fiesp, Jacyr Costa.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1544482287

Skaf com homenageados pela Assembleia Legislativa de São Paulo no Dia do Agricultor. Foto: Ayrton Vignola/Fiesp