‘Iniciativas como o Hackathon nos motivam, diz representante de equipe vencedora

Isabela Barros, Agência Indusnet Fiesp 

Valeu a pena o esforço em nome da solidariedade.  Mais especificamente no que se refere à doação de sangue. Numa atitude tomada com o objetivo de “motivar pessoas”, o aplicativo Heróis foi o vencedor, na categoria Saúde, da maratona de desenvolvimento de aplicativos Hackathon, promovida pelo Comitê de Jovens Empreendedores (CJE) da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp). Na competição, realizada nos dias 26 e 27 de abril, programadores, desenvolvedores, designers e empreendedores encararam o desafio de criar apps com soluções para os três setores, ideias que fizessem a diferença no cotidiano das pessoas. Foram selecionadas ainda soluções em Educação e Segurança.

De acordo com o empresário Adilson Barison, de 32 anos, representante da equipe que desenvolveu o app, o Herói incentiva a doação de sangue nas cidades a partir da divulgação do serviço na rede social Facebook. Uma ideia que, ainda bem, pode ser replicada em outras áreas, como a doação de medula óssea, por exemplo. “Vamos levar o projeto adiante, acompanhar o crescimento desse filho que é o aplicativo”, afirma Barison.

A equipe vencedora do Hackathon na área de Saúde: foco na solidariedade. Foto: Tâmna Waqued/Fiesp

A equipe vencedora do Hackathon na área de Saúde: foco na solidariedade. Foto: Tâmna Waqued/Fiesp


Na entrevista abaixo, saiba mais sobre o projeto premiado no Hackathon.

Portal Fiesp: Em linhas gerais, como funciona o aplicativo?

Adilson Barison: Queremos incentivar a doação de sangue utilizando para isso o Facebook. Para que o doador saiba onde doar, disponibilizamos um lista com os pontos próximos a ele. O app também avisa automaticamente quando está na hora de fazer uma nova doação.

Portal Fiesp: Como a equipe chegou a essa ideia?

Adilson Barison: A ideia de criar algo para fazer o bem já existia em meu coração. Quando foi anunciado que competiríamos na área de Saúde, o projeto caiu como uma luva e foi aceito por unanimidade pelo grupo. Assim, em pouco tempo criamos o app. O resultado final foi o planejado com a aceitação de todos.

Portal Fiesp:  O que mais o orgulha nesse projeto?

Adilson Barison:  O estímulo à solidariedade.

Portal Fiesp:  Como está sendo a repercussão da vitória no Hackathon?

Adilson Barison: Grande. Já dei entrevista para a Rede Globo do Mato Grosso do Sul e para vários sites. Além disso, doamos o app para o Instituto Colabore, que visa conectar pessoas para a divulgação e auxílio na captação de recursos financeiros, materiais e voluntariado, para que esse trabalho siga em frente.

Portal Fiesp:  O que a equipe pretende fazer com o projeto daqui por diante?

Adilson Barison:  Pretendemos dar sequência ao trabalho e avançar nessa linha solidária.

Portal Fiesp:  Que avaliação você faz do Hackathon?  Valeu a pena participar da iniciativa?

Adilson Barison:  Valeu muito, porque nós fez sentir capazes e inseridos em um universo até  então distante.  Iniciativas como o Hackathon nos motivam e motivam outras pessoas, por isso devem continuar e se expandir para outras áreas.