Importância da manutenção preventiva em edifícios é debatida em reunião na Fiesp

Guilherme Abati, Agência Indusnet Fiesp

A coordenadora do Núcleo de Acompanhamento Legislativo (NAL) da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Alessandra Cristina Nascimento da Mota, e Ademir Alves do Amaral, representante do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Estado de São Paulo (Crea-SP) foram os convidados da reunião do Grupo de Trabalho sobre Segurança em Edificações do Departamento da Indústria da Construção (Deconcic) da federação, realizada na manhã desta segunda-feira (30/06), na sede da instituição.

Durante a sua participação, Alessandra destacou projetos de lei em tramitação em câmaras municipais, estaduais e federais, os quais são de importância para as ações e objetivos do GT.

Um dos pontos de destaque foi o Projeto de Lei 27/2010, que estabelece a realização periódica e obrigatória de inspeções em edificações.

Outro projeto de lei com implicações em regras de segurança que vão passar a constar em editais de licitações e contratos no munícipio de São Paulo é o PL 69/2014, que institui o programa Licitação Sustentável, que influenciará, entre outas coisas, a concessão de alvarás para edificações.

A reunião do Grupo de Trabalho do Deconcic: debate alinhado com o mercado. Foto: Helcio Nagamine/Fiesp

A reunião do Grupo de Trabalho do Deconcic: debate alinhado com o mercado. Foto: Helcio Nagamine/Fiesp


O projeto 217/2014, que estabelece a obrigatoriedade de instalação de medição individualizada em novos condomínios residências, comerciais e industrias, e o 6014/2014, que determina a realização periódica de inspeções em edificações, também foram destacados.

“O trabalho do NAL é de suma importância pois apoia o GT, abrangendo todos os setores da cadeia da construção”, disse Valdemir Romero, coordenador do grupo.

A necessidade de um profissional habilitado e a realização de manutenções preventivas em construções e reformas em edifícios foi ressaltada por Ademir Alves do Amaral, representante do Crea-SP. “Vistorias periódicas de agentes ficais são vitais para a ‘saúde’ dos edifícios”, afirmou.