Projetos de educação financeira e monitoramento de plantações vencem 18º Concurso Acelera Fiesp

Agência Indusnet Fiesp

Os vencedores do 18º Concurso Acelera Fiesp foram anunciados nesta terça-feira (28 de novembro) pelo presidente da Fiesp e do Ciesp, Paulo Skaf. Na categoria pré-operacional ganhou projeto da Hidrofito que usa internet das coisas e um sistema de espectroscopia a laser instalado num balão (dirigível) capaz de analisar as condições de uma plantação e atuar preventivamente, em vez de corretivamente, de forma mais eficiente que sistemas que usam processamento de imagens.

Na categoria operacional venceu o EduCash, uma plataforma de educação financeira em forma de game. O projeto vem sendo desenvolvido desde 2014. Skaf sugeriu na hora que o EduCash fosse oferecido ao Sesi-SP.

Skaf convidou para um almoço os dois vencedores e os empresários que serão seus mentores, como parte do prêmio. “Vamos pegar este espírito dos dois dias do Acelera e vamos espalhar pelo país. Precisamos pôr o Brasil em 2017, porque ele não está. O país está atrasado”, afirmou Skaf pouco antes da divulgação dos vencedores.

Skaf relatou viagem feita em missão ao Vale do Silício, que o fez ver a diferença de ânimo entre a Califórnia e o Brasil. “Precisamos mudar essa agenda, parar de curtir crises, para que aqui também se fale em investimentos de bilhões de dólares”, defendeu. Uma semana vivendo o clima do Vale do Silício, em lugares como a universidade Singularity, reforçou a sensação de que grandes transformações nos esperam, disse.

Precisamos usar a criatividade, ter ferramentas tecnológicas, criar oportunidades para compensar as profissões e setores que desaparecerem, defendeu. É o que se faz no Senai-SP, explicou Skaf, que também preside a entidade. “Quando vejo um encontro como o Acelera, penso: este é o Brasil de que precisamos. Rápido, porque este é o futuro da inovação, da criatividade.”

Skaf defendeu o estímulo ao espírito empreendedor. “Temos que criar uma onda, um movimento forte, e sair desta agenda de olhar para trás, esta agenda de crise, de dificuldades”, afirmou, destacando que já teve início a recuperação da economia. “Agora precisamos ter uma agenda progressista, para aproveitar este momento do mundo.”

O Acelera

Os vencedores da 18ª edição do Concurso Acelera Fiesp vão receber o equivalente a mais de R$ 40.000 em prêmios, incluindo apresentação profissional da Feng, mentoria de Fernando Seabra sobre pitch, mentoria feita por Cris Arcangelli, um ano de acesso gratuito à Plataforma Triple A, um mês de assessoria de imprensa e treinamento sobre comunicação.

Paulo Skaf com vencedores da 18ª edição do Concurso Acelera Fiesp. Foto: Everton Amaro/Fiesp

 

Organizado pelo Comitê Acelera Fiesp (CAF), o concurso começou nesta segunda-feira (27 de novembro), na sede da Fiesp. O Acelera Startup incentiva o empreendedorismo inovador e aproxima projetos e empresas de investidores. Participarão nesta edição projetos ou empresas, tanto pré-operacionais (sem faturamento) quanto operacionais (que já tenham receita), nas categorias indústria 4.0, agrotech, educação, smart cities/gestão pública e geral.

Os participantes da 18ª edição do Concurso Acelera Startup puderam receber online dicas de especialistas em empreendedorismo do Vale do Silício (nos Estados Unidos), Israel, França, Canadá e Portugal. A novidade se estendeu ao público que não participava do concurso, mas tinha interesse em receber mentoria internacional com cases de sucesso. Durante o evento, seis cabines de teleconferência ficaram disponíveis para as empresas inscritas na disputa e também para empreendedores que passarem pela Paulista ou que participaram apenas da abertura ou do encerramento do evento.

Nas últimas edições do evento, foram recebidas mais de 22.000 inscrições de todo o Brasil. Participaram mais de 300 mentores e cerca de 350 investidores. Somando as edições anteriores (2011, 2012, 2013, 2014, 2015, 2016 e 2017), o evento já gerou investimentos de mais de R$ 20 milhões.

Empreendedores do Vale do Silício dão dicas para startups brasileiras na Fiesp

Agência Indusnet Fiesp

Participantes da 18ª edição do Concurso Acelera Startup receberão online dicas de especialistas em empreendedorismo do Vale do Silício (nos Estados Unidos), Israel, França, Canadá e Portugal. A novidade se estende ao público que não participa do concurso e tem interesse em receber uma mentoria internacional com cases de sucesso. Durante o evento, seis cabines de teleconferência estarão disponíveis para as empresas inscritas na disputa e também para empreendedores que passarem pela Paulista ou que tenham participado apenas da abertura/encerramento do evento.

Organizado pelo Comitê Acelera Fiesp (CAF), a iniciativa acontece nos dias 27 e 28 de novembro, na sede da entidade, das 8h às 18h. O Acelera Startup incentiva o empreendedorismo inovador e aproxima projetos e empresas de investidores. Participarão projetos ou empresas, tanto pré-operacionais (sem faturamento) quanto operacionais (que já tenham receita), nas categorias indústria 4.0, agrotech, educação, smart cities/gestão pública e geral.

O evento conta com palestras sobre inovação, investimento e empreendedorismo, além do acompanhamento dos pitches (apresentações) dos finalistas à banca de investidores mais seleta do mercado. Para os 300 empreendedores que tiveram projetos ou startups selecionados na primeira fase de avaliação haverá dois dias de um exclusivo processo de aceleração, com palestras, workshops, mentorias e avaliações classificatórias.

Os dez candidatos mais bem avaliados (sendo um operacional e um pré-operacional de cada categoria) chegarão como finalistas do evento, podendo apresentar seu negócio no modelo de elevator pitch (com duração de até três minutos), à banca de investidores. Dois deles serão os grandes vencedores, sendo um operacional e outro pré-operacional, independentemente da categoria. Serão premiados projetos e empresas inovadoras tanto em fase pré-operacional quanto operacional.

Nas últimas edições do evento, foram recebidas mais de 22.000 inscrições de todo o Brasil. Participaram mais de 300 mentores e cerca de 350 investidores. Somando as edições anteriores (2011, 2012, 2013, 2014, 2015, 2016 e 2017), o evento já gerou investimentos de mais de R$ 20 milhões.

As inscrições podem ser feitas na página do Acelera: http://hotsite.fiesp.com.br/acelera/

 

Serviço:

Concurso Acelera Startup

Data: 27 e 28 de novembro

Local: Edifício-sede da Fiesp.

Endereço: Avenida Paulista, 1313. São Paulo

Startups ajudam a mudar para melhor, diz Skaf ao anunciar vencedores do Super Acelera

Patrícia Ribeiro, Agência Indusnet Fiesp

Foram anunciados nesta quinta-feira (1º de junho) os vencedores do Super Acelera Fellowship Fiesp, concurso organizado pela Fiesp e pelo Comitê Acelera Fiesp (CAF). Zasso, Minitrat, Altavis, Protesis e Desh são as empresas escolhidas. Concorreram os melhores empreendedores que passaram pelas 14 edições do Concurso Acelera Startup, sendo 9 na capital e 5 no interior do estado. O prêmio para as cinco melhores startups é a participação em um programa de aceleração de 3 meses no Vale do Silício, na Bridge SV, nos EUA.

Ao anunciar os vencedores, o presidente da Fiesp e do Ciesp, Paulo Skaf, destacou que apesar da difícil situação econômica e política do país, o mais importante é acreditarmos que é possível mudar as coisas para melhor. “Ações como estas que fazemos mostram que temos esperança no futuro”, afirmou.

Paulo Skaf com vencedores do Super Acelera Fellowship Fiesp. Foto: Ayrton Vignola/Fiesp

Paulo Skaf com vencedores do Super Acelera Fellowship Fiesp. Foto: Ayrton Vignola/Fiesp

 

Premiados

Sergio de Andrade Coutinho Filho, da Zasso, foi um dos premiados com a viagem para o Vale do Silício. A startup pretende revolucionar o mercado agrícola por meio da tecnologia da capina elétrica. A linha de produtos da empresa cresceu e hoje tem produtos para os mercados agrícola, urbano e florestal, com o lançamento de opções para uso residencial no varejo este ano.

A empresa Minitrat, estação de tratamento de esgoto ultracompacta e unifamilar de alta performance de operação e baixo custo de implantação, com nível de tratamento que permite o reuso da água, também foi vencedora. O dono com o passaporte carimbado é Ricardo Soares de Azevedo Lima.

Leonardo Mendes Nogueira, da Altave, é outro vencedor. Sua empres,a especializada em desenvolvimento de plataformas aeronáuticas, atualmente desenvolve rede de balões mais leves que o ar para múltiplas aplicações. A plataforma faz cobertura de sinal de telecomunicações e terá embarcados em seu sistema equipamentos como estações rádio-base (ERB) miniaturizadas, repetidores de sinal (celular e rádio) e câmeras de vigilância.

Thiago Jucá, da Protesis, venceu o concurso com a proposta de mudar vidas ao solucionar o problema da falta de próteses de custo acessível com a impressão 3D. A startup produz próteses impressas em 3D, a preço mais baixo que os do mercado (R$ 300, contra R$ 1.500 dos produtos atuais de menor custo). A ideia é criar uma rede colaborativa para levar o produto a quem precisa.

Outro vencedor é Adriano Yamaoka, da empresa Desh Tecnologia. Trata-se de uma rede de comunicação sem fio multisserviços, transparente e baseada em IPv6, para aplicações IoT internet das coisas, cidades inteligentes e telemetria industrial M2M.

>> Ouça boletim sobre o Super Acelera

Sobre o Super Acelera Fiesp

O Super Acelera Fiesp foi criado para atender à necessidade de internacionalização e troca de experiências das startups com o Vale do Silício, que é considerado o berço da inovação mundial.

Uma banca experiente, formada por diretores dos comitês e departamentos da Fiesp e parceiros especiais, como o Ciesp, Sesi-SP, Senai-SP, Sebrae-SP, selecionou as cinco startups, entre as quinze finalistas, para participar do programa de aceleração no Vale do Silício oferecido pela Fiesp.

Todos os finalistas tiveram tempo para fazer apresentação para essa bancada, depois de ter um dia inteiro de mentoria de especialistas de diversas áreas.

Sobre o Concurso Acelera Startup

O Concurso Acelera Startup é o maior evento de investimento-anjo da América Latina e tem como objetivo fomentar o empreendedorismo, além de integrar as necessidades e as expectativas dos empreendedores e dos investidores interessados em investir em projetos e/ou empresas inovadoras.

Os participantes, previamente selecionados pela Comissão Organizadora, têm a oportunidade de participar de palestras, workshops, mentorias e avaliações classificatórias, inclusive com investidores. Os melhores empreendedores (finalistas) têm a oportunidade de apresentar os seus negócios, no modelo de “elevator pitch”, à banca de investidores mais seleta do mercado. Dentre os finalistas, os mais bem avaliados são considerados vencedores do concurso, para fins de premiação.

Nas últimas edições do evento, foram recebidas mais de 22 mil inscrições de todo o Brasil e participaram mais de 300 mentores e mais de 250 investidores. Somando as edições anteriores (2011, 2012, 2013, 2014, 2015 e 2016), o evento já gerou investimentos de mais de R$ 10 milhões.

Inseticida biológico contra o mosquito da dengue vence oitavo Concurso Acelera Startup

Graciliano Toni, Agência Indusnet Fiesp

A empresa de biotecnologia BR3 foi a vencedora na categoria Operacional do Oitavo Concurso Acelera Startup, da Fiesp, graças ao inseticida biológico Dengue Tech. O produto elimina as larvas do aedes aegypti, mosquito transmissor da dengue, da zika e da chikungunya. Segundo Rodrigo Perez, diretor da BR3, o mosquito não adquire resistência ao Dengue Tech. À base de microorganismos inócuos para as pessoas, custa R$ 1 por ponto tratado por mês e é eficaz por 60 dias. Perez explicou que a tecnologia foi desenvolvida pela Fiocruz e licenciada para a BR3.

Ao anunciar nesta quarta-feira (6/7) o prêmio e conversar com Perez sobre o biolarvicida, o presidente da Fiesp e do Ciesp, Paulo Skaf, destacou a importância de um produto como esse e disse que a Fiesp vai dar apoio para o desenvolvimento da empresa.

Skaf também anunciou a vencedora na categoria Pré-operacional, a Horvath, que confecciona camisas que não se sujam nem ficam amarrotadas. O tecido usado não absorve líquidos. Skaf testou na hora uma camisa, derramando suco sobre o tecido. O líquido não foi absorvido e não deixou mancha ao ser retirado com uma toalha.

Luciano Bueno, da Horvath, contou a Skaf que a história dessa tecnologia começou após a quebra em 2012 da empresa, que então usava tecidos convencionais.

Paulo Skaf com Sylvio Gomide (esq.) e Rodrigo Perez (centro), vencedor do oitavo Concurso Acelera Startup, da Fiesp. Foto: Ayrton Vignola/Fiesp

 

Oitava edição

Antes de anunciar os prêmios, Skaf ressaltou o grande número de projetos inscritos na oitava edição do Concurso Acelera Startup, 4.500. “Todos são muito importantes”, afirmou. Skaf destacou o trabalho intenso nos dois dias de Acelera, para atender a necessidades das pessoas. “Ontem e hoje estas salas ficaram pulsando forte pela presença de todos”, disse.

“No meio desta confusão toda”, disse Skaf, em referência à crise atual do Brasil, “temos um evento como este, com tanta gente interessada. Isso mostra que é só não nos atrapalharem, deixem conosco.” As pessoas, disse o presidente da Fiesp e do Ciesp, querem um desafio. Querem também ter oportunidades – “e a educação de qualidade pode permitir isso”, afirmou.

“É ótimo sonhar e perseguir o sonho para que vire realidade”, disse Skaf. “Mas com o pé no chão” ressalvou. Para ajudar os empreendedores, Skaf lembrou que pediu em 2015 que o Sebrae-SP, do qual também é presidente, criasse o programa Continue Acelerando, para manter o apoio aos finalistas. Renato Fonseca, do Sebrae-SP, explicou que a ideia do programa é que os 250 finalistas passem por 20 horas de atividades de mentoria, workshops e oficinas e tenham contato com investidores e aceleradoras. O trabalho começa em 15 de julho. É uma continuação do Acelera Fiesp, disse. Sylvio Gomide, diretor titular do Comitê Acelera Fiesp (CAF), responsável pelo concurso, destacou o apoio de Skaf ao Acelera.

>> Ouça os vencedores do Acelera Startup

Além dos dois vencedores, foram classificadas para a etapa final do Concurso Acelera Startup as empresas abaixo:

Nearbee, plataforma de segurança para ser usado em situações de emergência.

Deshtec, rede de comunicação sem fio multisserviços, para aplicação em Internet das Coisas, cidades inteligentes e telemetria industrial m2m. Desenvolveram hardware, software e firmware.

Cosmético Já, centro para emagrecer, reeducar em termos alimentar e realizar correções por meio de procedimentos estéticos.

Manicura Express. Utiliza técnica sem objetos cortantes e dois produtos de fabricação própria para cuidar das mãos.

Nexoos, plataforma de empréstimos peer to peer para pequenas e médias empresas. O conceito é crowdfunding de empréstimos.

Dataholics capta e estrutura milhões de dados de pessoas em redes sociais como Facebook, e Linkedin, além de informações de fontes públicas da web.

Leia.me, plataforma desenvolvida para apresentar novos escritores.

Sustentare. Desenvolve o How to Lab, método inovador para controle de qualidade.

Leilão de Prêmios, ferramenta de marketing e publicidade baseada no conceito de gamificação, para pequenas e médias empresas.

Luciano Bueno (centro), da Horvath, vencedora na categoria Pré-operacional. Foto: Ayrton Vignola/Fiesp

Primeiro Esquenta do Acelera Fiesp traz dicas sobre empreendedorismo

Patrícia Ribeiro, Agência Indusnet Fiesp

“O mercado fintech [serviços e produtos financeiros online]  é uma realidade e veio para suprir necessidade de muitos brasileiros”, disse nesta quarta-feira (15/6) Adriano Bottas, chefe de serviços financeiros na Microsoft, durante o 1º Esquenta do Acelera, evento preparatório para a 8ª edição do concurso Acelera Startup Fiesp, que acontece nos dias 5 e 6 de julho, na sede da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp).

Bottas enfatizou que o uso da tecnologia no segmento de finanças tem se mostrado extremamente eficiente para o consumidor e cliente, que vê processos burocráticos serem simplificados e até mais acessíveis. Para estas transações temos as chamadas fintechs: as empresas e startups que oferecem esse tipo de serviços e produtos. Somente no Brasil, já são mais de 150 atuando no setor de pagamentos, empréstimos, gestão financeira, seguros etc. “Elas estão, inclusive, ameaçando os negócios bancários tradicionais”, disse.

Segundo ele, até em lugares como na Tanzânia, em que apenas 30% da população tem acesso à água e luz, as pessoas já estão conectadas a este tipo de transação. “Muitas destas pessoas não têm nem documento e muito menos contas em banco. Mas conseguem fazer qualquer transação pelo celular.”

Ele explica que muitas destas operadoras oferecem um cartão de crédito sem taxa de anuidade e com juros mais baixos do que a média no mercado. Além disso, o cartão é controlado totalmente através da internet, seja pelo site ou aplicativo, sendo possível alterar o limite do mesmo e bloqueá-lo.

Ao final da apresentação, o especialista deixa uma provocação para o público: “o que será dos bancos no futuro próximo”? Para quem deve apostar na categoria fintech, as dicas mostradas por Bottas serviram como lição de casa.

A estilista e empreendedora Lolitta Hannud dividiu sua experiência desde a fundação, em 2008, da Lollita, uma marca que propõe modelagens especiais em tricô, com trabalho manual único. Suas coleções são apresentadas há 2 temporadas na maior semana de moda brasileira, a São Paulo Fashion Week. Com 2 lojas em São Paulo e um e-commerce, está presente em mais de 60 multimarcas no Brasil.

“Nos últimos 8 anos tivemos uma evolução incrível. No começo só produzíamos o que realmente já tinha sido vendido. Hoje, além das lojas que temos, nos tornamos grandes fornecedores. Não tenho dúvida que as vendas pela internet ajudaram muito”, afirmou.

Comunicação é tudo!

A blogueira, empresária e diretora do CAF Lelê Saddi trouxe dicas para os participantes sobre como trabalhar a comunicação nas mídias sociais. “A redes sociais influenciam o mercado e marcam tendências”, enfatizou.

Lele fundou a WePick, uma e-mag de lifestyle. É colunista da revista Glamour e tem uma agência de branding e relações públicas focada em bens de consumo e serviços do segmento de luxo e moda. Segundo ela, é fundamental que os empreendedores saibam se comunicar – e bem – nas mídias.

“Tenho clientes que acabo de fazer um post no Instagram e em minutos vendem estoques. Nós como empresários não podemos parar. Quem não está nas redes não tem identidade no mercado.”

O líder de Parcerias de Produto para o Brasil no Facebook, Dario Dal Piaz, disse que ter uma conta nesta rede social é dar a cada uma das pessoas no mundo o poder de compartilhar.

Segundo ele, dois terços da população não têm internet no mundo. “Nosso sonho é transformar esta realidade e levar o acesso a todos sem exceção”, concluiu.

Sobre o Acelera Startup Fiesp

O concurso tem o objetivo de incentivar o empreendedorismo inovador e de aproximar projetos e empresas de investidores. Nesta 8ª edição do evento, participarão projetos ou de empresas, tanto pré-operacionais (sem faturamento) quanto operacionais (que já tenham faturamento), nas categorias geral; comunicação; fintech; têxtil, moda e beleza.

Serão selecionados os 200 melhores projetos e/ou empresas, que terão a oportunidade de participar de palestras, mentorias e avaliações classificatórias. A divulgação dos projetos e empresas escolhidos acontecerá no dia 28 de junho, na página do evento abaixo.

Os mais bem avaliados chegarão como finalistas do evento, podendo apresentar seu negócio, no modelo de elevator pitch (até 3 minutos), à banca de investidores mais seleta do mercado. Pela primeira vez, serão premiados projetos e empresas inovadoras tanto em fase pré-operacional quanto operacional.

Além de aproximar os empreendedores de potenciais investidores, a Fiesp espera colaborar com a difusão do tema no meio empresarial. O evento acontece nos dias 5 e 6 de julho, no edifício-sede da Fiesp.

Nas últimas edições do evento, foram recebidas mais de 11.500 inscrições de todo o Brasil e participaram mais de 300 mentores e mais de 250 investidores. Somando as edições anteriores (2011, 2012, 2013, 2014 e 2015), o evento já gerou investimentos de mais de R$ 5 milhões.

Primeiro Esquenta do Acelera, da Fiesp, em 15 de junho, teve dicas para empreendedores. Foto: Everton Amaro/Fiesp

Acelera Startup, da Fiesp, anuncia projetos selecionados para a final da última edição do ano

Patrícia Ribeiro, Agência Indusnet Fiesp

Uma boa ideia na cabeça e a chance de encontrar seu potencial investidor, no elevador, e convencê-lo em prazo recorde: esta é uma das propostas do dinâmico Concurso Acelera Startup. Organizado pelo Comitê Acelera Fiesp, terá sua sétima edição nos dias 16 e 17 de novembro, na sede da entidade. O Acelera Startup incentiva o empreendedorismo inovador e aproxima projetos e empresas de investidores.

O público pode participar das palestras sobre inovação, investimento e empreendedorismo e acompanhar as apresentações dos pitches (apresentações) dos finalistas à banca de investidores mais seleta do mercado. Para os 316 empreendedores que tiveram projetos ou startups selecionados na primeira fase de avaliação haverá dois dias de um exclusivo processo de aceleração, com palestras, workshops, mentorias e avaliações classificatórias. As categorias desta edição são Geral; Agronegócio; Educação; Saúde e Bem-estar.

Os 12 mais bem avaliados (sendo oito operacionais e quatro pré-operacionais) chegarão como finalistas do evento, podendo apresentar seu negócio, no modelo de elevator pitch (até 3 minutos), à banca de investidores mais seleta do mercado. Dois deles serão os grandes vencedores, sendo um operacional e outro pré-operacional, independentemente da categoria. Pela primeira vez, serão premiados projetos e empresas inovadoras tanto em fase pré-operacional quanto operacional.

Cerca de 50 investidores, com potencial de investimento de R$ 500 bilhões, formarão a maior banca do país. Trata-se da maior arena de aceleração do Brasil, que tem como objetivo fomentar o empreendedorismo e a inovação, atraindo o maior número de empreendedores e de investidores para a geração de negócios. Somando as seis edições anteriores, o evento já gerou investimentos de mais de R$ 3 milhões.

Confira toda programação no site http://hotsite.fiesp.com.br/acelera/

Serviço:

Concurso Acelera Startup

Data: 16 e 17 de novembro

Local: Edifício-sede da Fiesp.

Endereço: Avenida Paulista, 1313. São Paulo

Inscrições: http://hotsite.fiesp.com.br/acelera/

Fiesp realiza quarta edição da maratona de desenvolvimento de aplicativos Hackathon

Você abriria a porta da sua casa para um estranho? Deixaria essa pessoa que você nunca viu dormir na sua cama? Depois disso tudo, entregar o carro não é problema, né? Pode até parecer estranho, mas tem muita gente ganhando dinheiro assim. Uma prática comercial mais consciente que possibilita o acesso a bens e serviços sem que haja necessariamente aquisição de um produto ou troca monetária entre as partes envolvidas neste processo.

Compartilhar, emprestar, alugar e trocar substituem o verbo comprar no consumo colaborativo. Uma tendência, que segundo economistas, vai movimentar uma fortuna correspondente a quase R$ 1 trilhão nos próximos anos.

Pensando na importância do tema para a sociedade, o Comitê Acelera Fiesp (CAF) da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) promove a 4ª edição do Hackathon, uma maratona hacker, nos dias 22, 23 e 24 de agosto. O desafio é desenvolver uma solução tecnológica relacionada à Economia Compartilhada/Colaborativa, em uma das três categorias: consumidor final, cadeia produtiva e social.

Ao todo serão três dias de programação. Podem participar da disputa programadores, designers, hackers e cientistas da computação. “O objetivo é fomentar o conhecimento tecnológico e o espírito empreendedor dos participantes”, diz o diretor-titular do CAF Sylvio Gomide.

Os grupos poderão ter cinco membros, sendo dois programadores ou desenvolvedores, um designer, um profissional de comunicação e um visionário, de acordo com o site oficial. Os participantes que apresentarem a melhor solução móvel poderão participar da 7ª edição Concurso Acelera Startup da Fiesp, que ocorrerá em novembro de 2015.

O Hackathon tem finalidade exclusivamente cultural, visando reconhecer e divulgar as soluções tecnológicas desenvolvidas que tenham potencial inovador, estimulando a difusão do tema no meio empresarial, sem caráter comercial.

O evento acontecerá no edifício-sede da Fiesp, na Avenida Paulista, 1313, em frente à estação Trianon-Masp. O credenciamento começa às 8h da manhã do sábado, 22, e a maratona vai até domingo, 23. Na segunda-feira, 24, haverá espaço para mentorias, articulação com investidores e palestras sobre inovação, tecnologia e empreendedorismo. As apresentações dos finalistas começam às 19h, e os ganhadores serão anunciados às 20h30.

Para mais informações sobre o regulamento, não deixe de conferir o site oficial http://hotsite.fiesp.com.br/hackathon .

Programação:

22 de agosto – Sábado

8h – Credenciamento

10h – Boas-vindas – Abertura

Sylvio Gomide – Diretor-Titular do CAF / FIESP

Cristiano Miano – Membro do CAF / FIESP

10h20 – Palestra / Painel “Economia Compartilhada e Colaborativa”

11h30 – Separação das equipes

12h – Brainstorming

13h – Almoço

14h – Wrap-up – Início da programação

21h30 – Jantar

23h – Utilização das barracas / Acampamento

 

23 de agosto – Domingo

7h – Café da manhã

8h – Wrap-up – Continuação da programação

13h – Almoço

14h – Início da análise de validação das soluções tecnológicas desenvolvidas

16h – Finalização da validação das soluções tecnológicas desenvolvidas

16h30 – Apresentação dos pitches aos jurados

18h – Encerramento das atividades do final de semana. Retorno dos participantes no dia 24 de Agosto, 2ª feira

 

24 de agosto – 2ª feira

14h – Relacionamento com investidores e mentores

16h30 – Acampamento criativo – Um bate-papo com inovadores do setor tecnológico

18h30 – Abertura da cerimônia de premiação e apresentação dos pitches dos finalistas

19h45 – Entrega da premiação

20h – Palestra do Gabriel O Pensador

21h30 – Encerramento

Sylvio Gomide – Diretor-Titular do CAF / FIESP

Cristiano Miano – Membro do CAF / FIESP

22h Coquetel de encerramento

 

SERVIÇO

4º Hackathon

Data: 22, 23 e 24 de agosto

Horário: das 8h do dia 22/08 às 18h do dia 23/08 e dia 24/08 das 14h às 22h

Local: Av. Paulista, 1313 – metrô Trianon-Masp