Abiquim lança na Fiesp ‘Guia de Gestão de Proteção Empresarial’

Ariett Gouveia, Agência Indusnet Fiesp*

Imagem relacionada a matéria - Id: 1540073532

Yáskara Barrilli: guia orienta contra ataques intencionais que possam causar algum dano às empresas. Foto: Mauren Ercolani/Fiesp

A Associação Brasileira da Indústria Química (Abiquim) lançou nesta quarta-feira (22/05), na Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), o “Guia de Gestão da Proteção Empresarial”.

O objetivo é orientar os empresários para a criação de um sistema de gestão voltado para a proteção empresarial.

Os participantes do seminário “Proteção na Indústria – Tecnologias Empregadas na Segurança e na Proteção da Indústria”, realizado pelo Departamento de Segurança (Deseg) da Fiesp, receberam um exemplar gratuitamente, mas o material estará disponível para venda na sede do Abiquim.

“Normalmente as empresas têm um foco voltado para segurança do trabalho e de processo. E esse guia tem uma proposta diferente: com foco na proteção empresarial, ou seja, contra ataques intencionais que possam causar algum dano à empresa”, explicou a responsável pela produção do guia, Yáskara Barrilli, representante da Comissão de Proteção Empresarial da Abiquim.

Com base no modelo de gestão PDCA (Plan-Do-Check-Act), o guia abrange a proteção de pessoas, propriedades, produtos, processos, informações e sistemas de informações.

Por meio das orientações disponíveis no guia, é possível definir quais ativos devem ser protegidos, quais podem causar danos, onde estão os pontos fracos na questão da proteção empresarial e quem são os adversários.

“Identificando esses parâmetros, cada empresa poderá definir quais os riscos envolvidos nas operações e o que esses eventos podem trazer de consequência”, diz a representante da Abiquim.

O “Guia de Gestão da Proteção Empresarial” traz orientações com relação à governança, planejamento, execução, acompanhamento e análise de gestão, além de anexos para avaliar recursos humanos, risco nas atividades de transporte, fazer a análise de vulnerabilidade, verificar requisitos para a qualificação de fornecedores e elaborar respostas a possíveis eventos.

Apesar de ter sido elaborado por uma comissão da Abiquim, o material pode ser utilizado por qualquer tipo de empresa. “Além de ter a flexibilidade de poder ser aplicado a qualquer indústria, o guia disponibiliza tabelas, formulários e recomendações fáceis de serem compreendidas”, afirma Yáskara, que também exerce a coordenação de desenvolvimento sustentável da Oxiteno.

Empresa sueca

Imagem relacionada a matéria - Id: 1540073532

Sergio Dias, da Axis. Foto: Mauren Ercolani/Fiesp

Na sequência do seminário, o gerente de vendas da empresa multinacional sueca Axis, Sergio Dias, detalhou os campos de ações e serviços da empresa.

Ele chamou atenção especial para as câmeras IP, equipamentos de vídeo que podem ser acessados e controlados remotamente.

“Essas câmeras são hoje as melhores opções para vigilância, tanto noturna quando diurna”, garantiu.

Monitoramento de imagens

Imagem relacionada a matéria - Id: 1540073532

Carlos Eduardo Bonilha, diretor da Digifort. Foto: Mauren Ercolani/Fiesp

Para falar sobre alta tecnologia em monitoramento de imagens, Carlos Eduardo Bonilha, diretor da Digifort, apresentou o software de última geração desenvolvido pela empresa, que permite a interação com as câmeras, programação de eventos e alarmes, proteção contra fuga de imagens, entre outros aplicativos.

“Tudo que existe no mercado de segurança em termos de facilidades operacionais, tem no Digifort, com a criatividade brasileira. É um produto brasileiro; por isso, com custo mais baixo e mais funções que softwares importados. Isso mostra que o Brasil é muito capaz na produção de tecnologia de ponta, tem muita competência também na área de desenvolvimento de softwares.”

*Com Guilherme Abati

Especialistas e empresários discutem proteção à indústria em seminário na Fiesp

Agência Indusnet Fiesp

Especialistas da área de proteção à indústria estão reunidos na manhã desta quarta-feira (22/05) para discutir conceitos e explorar novas tecnologias à disposição desse segmento durante o seminário “Proteção na Indústria”, na sede da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp).

Imagem relacionada a matéria - Id: 1540073532

Seminário de Proteção na Indústria. Foto: Mauren Ercolani/Fiesp


“Nossa missão é desenvolver de ações de segurança empresarial em iniciativas como essa de hoje. O objetivo é movimentar esses players de mercado fazer com o que todos tenham contato”, afirmou Roberto Costa, diretor do Departamento de Segurança (Deseg) da Fiesp.

Durante o seminário será lançado o “Guia de Gestão e Proteção Empresarial”, desenvolvido pela Associação da Indústria Química (Abiquim).

Leia mais:

>> Sai mais caro não investir na proteção de uma empresa, alerta diretor do Deseg/Fiesp

>> Abiquim lança na Fiesp ‘Guia de Gestão de Proteção Empresarial’