Atletas do Sesi jogarão Liga Mundial de Polo Aquático pela seleção brasileira

A Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA) soltou comunicado sobre a lista de convocados que disputarão pela seleção brasileira a Liga Mundial de Polo Aquático. Entre os nomes, destacam-se três atletas do Sesi-SP: Anderson Ferreira (Cirilo) e Gustavo Coutinho (Gu), ambos com 18 anos, e Gustavo Guimarães (Grummy), de 16.

A competição será realizada na cidade norte-americana de Los Alamitos, de 28 de abril a 11 de maio. Os atletas são os mais jovens da seleção, cuja idade média dos jogadores está acima dos 21 anos.

A convocação dos atletas é reflexo direto da política de Esporte de Rendimento do Sesi-SP, criado há um ano por Paulo Skaf, presidente do Sistema Fiesp, e visa a preparação e formação de jovens para os Jogos Olímpicos de 2016, no Rio de Janeiro.

“Temos realizado excelentes resultados em várias modalidades e agora tivemos essa excelente notícia”, celebra o diretor de Esportes e Lazer do Sesi-SP, Alexandre Pflug.

A equipe de polo aquático do Sesi-SP fez história em agosto do ano passado, quando conquistou a medalha de ouro no 41st Annual Hawaiian Water Polo Tournament, um dos mais tradicionais torneios do polo aquático em nível mundial. O Brasil, que ainda não tinha muita tradição na modalidade, começou, desde então, a ser respeitado pelos adversários.

Polo aquático do Sesi-SP vence de novo e categoria júnior está nas quartas de final

Agência Indusnet Fiesp

Equipe de polo aquático da entidade da indústria venceu o time californiano por 26 a 9. Foto: Stephan Harman

Defende! Abre o jogo! Cuidado com a marcação! Todas as estratégias são faladas na frente dos jogadores adversários sem que eles compreendam nenhuma das táticas planejadas pela equipe brasileira. Assim, os garotos do Sesi-SP têm feito pra vencer as partidas durante o 41st Annual Hawaiian Water Pólo Tournament.

“O bom é que a gente tem um direcionamento maior do treinador sem entregar nosso jogo”, confirma o jogador Luca Fleury.

A vítima desta terça-feira (4) na categoria sub-16 foi o time californiano Wind n Sea. Os americanos tomaram 26 gols dos brasileiros e marcaram apenas 9. Com esta grande vantagem no placar, os meninos deram um passo importante para conquistar uma vaga na semi-final. O próximo jogo é contra o Agoura.

Time sub-16 do Sesi-SP vai enfrentar o Agoura na semi-final

A equipe Júnior do Sesi-SP já está nas quartas de final do torneio. Depois de um jogo difícil contra o time Long Beach, os brasileiros conseguiram marcar 4 gols e garantiram a vaga na próxima fase. O fator fundamental desta primeira conquista foi a forte defesa. “Eu só precisei defender uma bola o jogo todo”, disse o goleiro Álvaro Assunção.

Para o preparador físico do time, Paulo Rose, os jogadores estão conseguindo um bom volume de jogo. “As outras equipes não estão acompanhando o nosso time. Temos conseguido desgastar os adversários. Isso é resultado da estrutura que o Sesi-SP está oferecendo para o polo aquático.”


Perspectivas

A experiência em competições internacionais também está ampliando as expectativas dos garotos. O atleta Daniel Amorim já planeja a possibilidade de, no futuro, conseguir uma bolsa em alguma faculdade americana a partir do polo.

“Este esporte ainda é pouco conhecido no Brasil. O Sesi-SP está apostando em um projeto inovador e isso faz com que nós tenhamos objetivos mais concretos”, observou Daniel.

Outros garotos sonham até com os Jogos Olímpicos. O polo aquático brasileiro já não participa desta competição há 24 anos.

“Nós podemos mudar essa realidade. Fazemos parte de uma boa geração na modalidade, quem sabe não seremos nós a conquistar novamente uma vaga olímpica?”, projetou o jogador Arthur Gaz.

Por enquanto, os times do Sesi-SP já estão deixando os adversários preocupados.