Na Globo News, presidentes da Fiesp e Firjan reforçam necessidade de novos leilões de energia em 2015

Agência Indusnet Fiesp

Em entrevista ao Jornal das Dez, do canal Globo News, Paulo Skaf e Eduardo Eugênio Gouvêa Vieira, respectivamente presidentes das Federações das Indústrias do Estado de São Paulo e do Rio de Janeiro (Fiesp/Firjan), reforçaram a necessidade da realização de novos leilões de  concessão de energia elétrica – tema central do 13º Encontro Internacional de Energia, realizado pelas entidades nos dias 6 e 7 de agosto, em São Paulo.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1540220451

Paulo Skaf, presidente da Fiesp, em entrevista ao Jornal das Dez da Globo News

“Temos uma oportunidade agora em 2015, com o vencimento dos contratos de concessão. A lei determina que sejam feitos novos leilões, e com isso a tendência é haver uma grande queda no preço da energia elétrica”, apontou Skaf.

O presidente da Firjan, Eduardo Eugenio Gouvêa Vieira, emendou, afirmando que o governo “deve ter força e ser ousado”, como na recente redução dos juros.

“É preciso forçar as concessionárias para que reduzam o fator G [geração de energia] de tal forma que a tarifa possa ser reduzida mais de 35%, e não é pedir demais; é para nós ficarmos em um nível do que é cobrado no mundo. Agora, se falar em 10% como o governo aventou em primeiro lugar, é absolutamente ridículo”, declarou Vieira.

Gás natural

Importante insumo energético de produção nas indústrias brasileiras, o gás natural no país tem a tarifa mais cara que a da Espanha, Itália, Estados Unidos e Rússia. E apesar do cenário, não sinaliza queda no preço.

A presidente da Petrobras, Maria das Graças Foster, alegou que o gás brasileiro é associado ao petróleo e está muito perto do mercado – a 300 quilômetros da costa em 7000 metros de profundidade.

“É um gás que tem um custo diferente do que o do gás produzido em terra, em profundidades muito curtas comparadas com as nossas; são preços completamente diferentes”, afirmou.

Assista a íntegra da matéria no site da Globo News