Etiene Medeiros bate recorde sul-americano e consegue índice olímpico nos 100m livre

Amanda Demétrio, Agência Indusnet Fiesp

Mantendo o bom desempenho do ano de 2015, Etiene Medeiros, nadadora do Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP), caiu na piscina do parque aquático da Unisul, em Palhoça (SC), competindo pelo Brasileiro Sênior, na manhã desta sexta-feira (18), e superou o índice olímpico nos 100m livre. Com o tempo de 54s26, a nadadora não só ficou mais perto dos Jogos Olímpicos como superou o recorde sul-americano.

Balizada com o tempo de 54s99, Etiene precisava alcançar os 54s43 para bater o índice. Disputando contra Larissa Martins, dona do recorde sul-americano, Graciele Herrmann e Daynara de Paula, a atleta do Sesi-SP ficou sem palavras ao final da prova.

“Eu fiquei sem reação na hora que vi o resultado, estou muito feliz. A ficha ainda não caiu, foi um tempo sensacional”, comentou Etiene na zona mista, logo após a prova.

“Eu vim com o pensamento de nadar bem esta prova para participar do revezamento no Rio. Ontem não consegui índice para a minha prova e consegui este tempo, isso é o esporte, fui muito bem em uma prova que não estava tão pilhada no índice. Entrei, não pensei em nada e fiz o meu”, finalizou.

A atleta ainda nada os 100m livre à noite, pelo Open, e tem mais uma prova em Palhoça/SC. Ela volta para piscina neste sábado (19) pelos 50m livre no Campeonato Brasileiro Sênior/Open.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1539633581

Etiene com sua medalha de ouro conquistada nos 100m livre em Palhoça. Foto: Amanda Demétrio/Fiesp