Assembleia no SINIEM marca o início da negociação coletiva

Foto: AZM Comunicação

Realizada em 16/07/2018, a Assembleia Geral Extraordinária reuniu os fabricantes do setor de estamparia de metais que confirmaram a outorga de poderes para que o SINIEM seja o representante das empresas na negociação coletiva com as centrais sindicais dos trabalhadores metalúrgicos. O Presidente do SINIEM, Rogerio Marins, conduziu a pauta da assembleia e destacou que “se não houver a renovação da convenção coletiva de trabalho, as cláusulas do acordo anterior perderão sua validade.”

Na data-base setembro, o reajuste salarial e demais cláusulas da Convenção Coletiva de Trabalho destinam-se às empresas da base FEM-CUT (Diadema, São Bernardo do Campo, Itu, Itaquaquecetuba, Cajamar, entre outras cidades) e da área da Intersindical (Campinas, Limeira, São José dos Campos e Baixada Santista).

Na data-base novembro estão enquadradas as empresas de estamparia de metais instaladas em São Paulo capital, Osasco, São Caetano, Santo André, além de muitas outras cidades da base da Força Sindical; e também a área da central CSB, que inclui cidades das regiões de Itatiba, Louveira e Birigui.