Estatais geraram déficit de R$ 13,6 bilhões para União em 2017, diz Tesouro

O Tesouro Nacional informou nesta segunda-feira (29) que as empresas estatais geraram déficit de R$ 13,6 bilhões para a União no ano passado.

Isso quer dizer que as receitas obtidas pela União foram menores do que os gastos para mantê-las. Ao todo, o déficit gerado foi de R$ 13,648 bilhões.

De acordo com o Boletim das Participações Societárias da União, divulgado nesta segunda-feira pelo Tesouro, foram gastos R$ 14,84 bilhões em subvenções às estatais dependentes – que precisam de recursos para cobrir despesas de pessoal e de custeio ou para investimentos.

No ano passado, o governo federal tinha 148 empresas controladas de forma direta ou indireta. Das 47 estatais com participação direta da União, 18 são dependentes.

O Tesouro aponta, no documento, que “as subvenções da União vêm crescendo ao longo do tempo, passando de um total de R$ 6,5 bilhões em 2012 para R$ 14,84 bilhões em 2017, um crescimento de 127% frente a uma variação de 44,44% do IPCA [inflação]”.

Outros R$ 5,334 bilhões foram destinados para aumento de capital. Com isso, todos os aportes da União nas empresas estatais somaram R$ 20,175 bilhões.

Por outro lado, as receitas obtidas com juros e dividendos (remuneração à União pela participação nas empresas) atingiram apenas R$ 6,527 bilhões.

“Cabe ressaltar que a melhoria do desempenho das empresas já ocorrido em 2017 propiciou maiores receitas com dividendos, ainda que não o suficiente para superar as despesas com subvenções, as quais continuam se mantendo em patamares bastante elevados”, pondera o Tesouro Nacional no relatório.

Fonte: G1