Confiança empresarial avança e volta a patamar de junho, aponta FGV

A confiança do empresariado aumentou em outubro e retornou ao patamar de junho, conforme levantamento daFundação Getulio Vargas (FGV) divulgado nesta terça-feira (30). O Índice de Confiança Empresarial (ICE) subiu 0,9 ponto ante setembro, para 90,7 pontos. Na métrica de média móveis trimestrais, porém, o índice recuou pelo sétimo mês consecutivo (0,3 ponto).

O Índice de Confiança Empresarial (ICE) consolida os índices de confiança dos quatro setores cobertos pelas Sondagens Empresariais produzidas pelo FGV IBRE: Indústria, Serviços, Comércio e Construção.

O Índice de Situação Atual caiu 0,3 ponto, para 87,6 pontos, enquanto o Índice de Expectativas (IE-E), avançou 0,4 ponto, para 96,6 pontos.

“A alta da confiança empresarial em outubro compensa apenas parte da queda do mês anterior e foi insuficiente para alterar a tendência do indicador quando medido em médias móveis trimestrais. A boa notícia é a melhora das expectativas, sugerindo a possibilidade de novas altas nos próximos meses, após a definição das eleições presidenciais e a possível redução dos níveis de incerteza econômica”, diz Aloisio Campelo Jr., superintendente de Estatísticas Públicas da FGV.

Em outubro, houve alta da confiança em 57% dos 49 segmentos que integram o ICE; um mês antes, a disseminação de alta alcançou 35% dos segmentos.

Para a edição atual, foram coletadas informações de 4.946 empresas entre 2 e 26 de outubro.

Fonte: G1