Roriz: Tabelamento do frete viola o princípio da livre-iniciativa

A Fiesp é contra a Medida Provisória 832/2018, que foi aprovada hoje na Comissão Mista e que institui a Política de Preços Mínimos do Transporte Rodoviário de Cargas. “O tabelamento dos valores de frete representa um grande retrocesso”, afirma José Ricardo Roriz, presidente em exercício da Fiesp. “Fixar preços mínimos viola o princípio da livre-iniciativa e é ineficaz.”

A Fiesp continuará atuando no Congresso Nacional e no Judiciário contra o tabelamento.

“No país centenas de milhares de caminhoneiros concorrem pela carga a ser transportada, mas o governo inventa de tabelar o preço do frete”, destaca Roriz. “Ter concorrência tabelada é coisa sem pé nem cabeça.”