imagem google

“Temos de usar criatividade para minimizar os impactos da crise”, afirma Paulo Skaf

Presidente se encontrou com empresários no Ciesp de São José do Rio Preto

Alice Assunção, Agência Indusnet Fiesp

O momento de dificuldade financeira deve ser encarado, mas é preciso ter criatividade para encontrar meios de atenuar os impactos provocados pela crise econômica, afirmou nesta sexta-feira (26/6) o presidente da Federação e do Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp e Ciesp), Paulo Skaf.  E uma alternativa, segundo ele, são programas de incentivo ao microempreendedor, como o Inova Sebrae, uma parceria do serviço com o Senai que estimula a criação de novos negócios de micro e pequeno porte.

“É um grande programa entre Senai e Sebrae no sentido de darmos oportunidade a pessoas para montarem o seu negócio com a formação profissional do Senai. O intuito é gerar oportunidade a essas pessoas que estão perdendo emprego, estamos fazendo de tudo”, disse Skaf, que também é presidente do Sebrae-SP, após se reunir com empresários da região de São José do Rio Preto.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1542833601

Paulo Skaf conversa com empresários no Ciesp de São José do Rio Preto. Foto: Ayrton Vignola/Fiesp


O Sebrae Inova atende aos setores de economia, agronegócio, comércio, indústria e serviços. Além do Senai, o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) e o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac) também são parceiros do programa que capacita novos microempreendedores.

Empregos ameaçados

Skaf voltou a afirmar que a economia brasileira deve encolher pelo menos 2% este ano, enquanto a indústria deve amargar uma queda de 6%.

“Lamentavelmente, estamos num período de crise econômica. É inevitável isso não influenciar na questão do emprego”, disse.

Ele reiterou que as entidades continuam “combatendo qualquer aumento de impostos, de juros, de coisas que vão agravar ainda mais a situação”.

Agenda

Ainda em São José do Rio Preto, Paulo Skaf assinou o convênio para desenvolvimento e formação esportiva do Programa Sesi-SP Atleta do Futuro (Paf) com cinco municípios da região.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1542833601

Paulo Skaf fala antes de assinar o convênio do PAF com cinco municípios de São José do Rio Preto. Foto: Ayrton Vignola/Fiesp


As prefeituras de Bady Bassit, Cedral, Guapiaçu, Ipiguá e Uchoa formalizaram a parceria com o Sesi-SP para o desenvolvimento esportivo de 1.520 crianças e adolescentes.  O convênio foi assinado no Centro de Atividades Sesi Jorge Duprat Figueiredo.

Em Bady Bassitt, o programa atenderá 320 alunos com a prática de futsal e futebol. Em Cedral, 325 alunos serão beneficiados com vôlei, futsal e capoeira. O futsal também será a modalidade praticada por 180 crianças e jovens de Guapiaçu. Ipiguá terá 385 vagas para natação, vôlei, futsal e futebol. Em Uchoa, 310 alunos praticarão natação, futsal e voleibol.