imagem google
Início do conteúdo

Superliga feminina: Sesi-SP vence Banana Boat/Praia Clube e larga na frente nos playoffs

Após vitória na Vila Leopoldina, equipe do técnico Talmo de Oliveira pode garantir no sábado (29/03) a vaga nas semifinais

Juan Saavedra, Agência Indusnet Fiesp

A equipe feminina de vôlei do Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP) venceu na manhã deste domingo (23/03) o Banana Boat/Praia Clube por 3 sets a 1 (19/21, 21/13 21/13 e 21/19), em 2h.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1537513183

Equipe comemora vitória em casa, resultado que permite possibilidade de classificação no segundo jogo da melhor de três. Foto: Caio Lopes/Fiesp


O jogo, realizado no ginásio da Vila Leopoldina, valeu pela primeira rodada da série melhor de três das quartas de final da Superliga 2013/14. Com a vitória, o Sesi-SP pode garantir a classificação no sábado (29/03), data do segundo confronto dos playoffs. Se necessário, um terceiro jogo está programado para o outro sábado (05/04), no ginásio da Vila Leopoldina, em São Paulo, às 18h30.

Ao final da partida, o técnico Talmo de Oliveira explicou a mudança que o levou a substituir a ponteira Dayse por Pri Daroit no segundo set. “Principalmente por volume de passe. Não estava com regularidade o passe e tomamos alguns pontos. A Dayse passava, depois tirava um pouco. A Priscila entrou para equilibrar um pouco mais isso aí”, explicando que, depois de sofrer uma lesão, Pri Daroit está bem condicionada, mas ainda sente falta de ritmo de jogo. “Com o passar dos jogos ela vai conquistando isso.”

Imagem relacionada a matéria - Id: 1537513183

Suelen com o troféu Viva Vôlei. Foto: Caio Lopes/Fiesp

Na visão de Pri Daroit, o time jogou bem, mas cometeu falhas. “O que mais importa é a vitória. O primeiro passo já foi dado. O time como um todo jogou bem, mas a gente teve algumas falhas como muito erro de passe. E com certeza é uma coisa que esta semana a gente vai treinar bastante.”

A líbero Suelen, ganhadora do troféu Viva Vôlei, disse ter ficado satisfeita com a equipe.  “Nossa equipe bloqueou super bem e, teoricamente, a defesa funcionou melhor. Mas feliz por toda equipe ter jogado bem.”

Maior pontuadora do jogo, com 15 pontos, a central Fabiana Claudino disse ficar feliz por ter sido uma das bolas de segurança da equipe. “Hoje, graças a Deus, eu consegui ajudar tanto no saque, no bloqueio e no ataque. Eu sei que tenho que desafogar, sei que tenho essa responsabilidade e quero assumir cada vez mais. Quero treinar cada dia mais, buscando cada vez mais confiança e dar esse conforto a mais para a equipe.”

Também atuaram a oposta Ivna, a levantadora Dani Lins, as centrais Fabiana e Bia, as ponteiras Suelle e Dayse, e entraram no decorrer do jogo a oposta Neneca, a ponteira Pri Daroit e a levantadora Carol Albuquerque.

O Banana Boat/Praia Clube atuou com as centrais Natália e Mayhara, as ponteiras Mari e Michelle, a levantadora Juliana e a oposta Monique, com Tássia como líbero. Também atuaram Isabela, Glass, Laura e Letícia Hage.

O jogo

Imagem relacionada a matéria - Id: 1537513183

Fabiana foi um dos destaques da partida, com 15 pontos. Foto: Caio Lopes/Fiesp

No primeiro set, o Praia Clube começou melhor, abrindo 03/00, com dois bloqueios duplos seguidos. O Sesi-SP reduziu a diferença e conseguiu o empate (06/06) no bloqueio de Fabiana. Foi a central bicampeã olímpica que colocou o Sesi-SP em vantagem na parcial ao aproveitar contra-ataque pela saída da rede (07/06). Depois da parada técnica, o Praia Clube reassumiu a dianteira (09/07) em ponto de Monique muito contestado pelas donas da casa. A central Bia, em bola rápida de Dani Lins, manteve o Sesi-SP na cola das adversárias. Novo empate (11/11) veio em dois toques do Praia Clube. Mesmo errando muitos saques, o Sesi-SP foi aproveitando o ataque para pontuar, mas as visitantes chegaram ao segundo tempo técnico na frente: 14/13. Na volta, um erro de recepção do Sesi-SP fez com que o técnico Talmo de Oliveira pedisse tempo. O empate veio com Fabiane em contra-ataque rápido. Uma boa passagem da oposta Monique pelo saque elevou a vantagem das visitantes para três pontos (18/15) e Talmo parou o jogo novamente. Fabiana retomou o serviço para o Sesi-SP e Talmo escalou Neneca para sacar. Em bonito rali, Bia, no bloqueio, fez o Sesi-SP encostar no placar (17/18). Novo rali e Dayse manteve o Sesi-SP no jogo (18/19). Bia salvou o primeiro set point das visitantes (19/20), mas a central Natalia fechou o parcial por 21/19 em 23´26″.

No segundo set, o Sesi-SP começou atrás, mas virou aproveitando erros das visitantes. Bloqueio simples de Fabiana, pelo meio, fez a vantagem subir para três pontos (04/01) e o técnico Spencer Lee, do Praia, pediu tempo. A arbitragem apontou dois toques da levantadora Juliana e a diferença aumentou (06/00). O primeiro tempo técnico veio em ataque de Ivna (07/02).  Na volta, o Sesi-SP manteve o volume de jogo – ataques de Bia e Ivna fizeram a diferença subir para oito pontos (11/03). A diferença caiu para cinco (12/07) e depois para quatro pontos (13/09). Talmo decidiu substituir Dayse por Pri Dairot. Um erro de Monique pela saída da rede levou a parcial para a segunda parada técnica (14/09). O Sesi-SP voltou melhor e Pri Daroit aumentou a vantagem. O técnico do Praia parou o jogo, mas o Sesi-SP manteve o ritmo com Fabiana marcando o 19º. Depois de desperdiçar três chances de fechar o set, o Sesi-SP empatou a partida com Ivna (21/13) em 20’09”.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1537513183

A ponteira Pri Daroit (camisa 7) entrou no segundo set. Foto: Caio Lopes/Fiesp

Na volta para o terceiro set, o Praia Clube abriu a contagem ao bloquear Pri Daroit, mantida por Talmo no lugar de Dayse. Ivna reduziu a vantagem em largadinha no fundo da quadra. As visitantes ampliaram para 04/01 e Talmo preferiu parar o jogo e conversar com a equipe. No ponto seguinte, o público assistiu a um belo rali, finalizado por Ivna, que soltou o braço pela saída de rede. A diferença subiu para quatro (06/02) em favor das visitantes, que chegaram à primeira parada técnica com 07/04 no placar. O Sesi-SP empatou em mais uma largada, bem curta, de Ivna (07/07). Em belo ataque de Pri Daroit, o Sesi-SP fez 09/07. Um ataque tramado de Dani Lins e Fabiana aumentou a vantagem. O Sesi-SP chegou à segunda parada técnica com cinco pontos de frente (14/09). Em belo rali, Pri Daroit colocou o Sesi-SP seis pontos na frente (17/11). Em passagem de Fabiana pelo saque, o Sesi-SP chegou a oito de diferença (19/11). A arbitragem apontou dois toques do Praia Clube e o Sesi-SP fechou a parcial em 22’48 por 21/13.  Dois sets a 1 para as donas da casa.

No quarto set, o jogo foi mais equilibrado, mas o Sesi-SP soube aproveitar os ataques para chegar à primeira parada em 07/05. O jogo subiu em vibração, com pontos mais disputados e a diferença oscilando de um a dois pontos. Pri Daroit fez um ace em saque balanceado após indecisão da linha de passe do Praia Clube: 14/10 na segunda parada técnica obrigatória. Na volta, Ivana parou no bloqueio das visitantes. Monique, no saque, reduziu a diferença para um ponto e Talmo pediu tempo para orientar a equipe. No retorno, as visitantes conseguiram o empate (14/14). Depois de mais um rali, Ivna bateu cruzado, pela saída de rede, para recolocar o Sesi-SP na frente. No ponto seguinte, Fabiana subiu bem e marcou de bloqueio (16/14). O jogo seguiu equilibrado, com Monique, de um lado, e Fabiana, do outro, pontuando (17/16). A ponteira Glass desperdiçou ataque e o Sesi-SP, atuando com Carol Albuquerque e Dayse, manteve a margem de dois pontos (18/16). Dayse fez um ponto em mais um rali (19/17) e Spencer Lee tentou seus últimos cartuchos, pedindo tempo. Glass, pela saída de rede, reduziu para um ponto (19/17). Talmo voltou com Dani Lins e Pri Daroit. A ponteira explorou o bloqueio e deu o primeiro match point do jogo. Ivna parou no bloqueio e o Praia diminuiu para 20/19. Talmo pediu tempo e na sequência Ivna fechou o jogo em 21/19. Três sets a 1 em 25’56”.