imagem google
Início do conteúdo

Sociedade não pode pagar o pato pela falta de água, diz Skaf

Presidente da Fiesp e do Ciesp se reuniu com empresários em Americana

Graciliano Toni, Agência Indusnet Fiesp

O presidente da Federação e do Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp e Ciesp), Paulo Skaf, disse nesta sexta-feira em Americana que a sociedade não pode pagar o pato pela falta de obras de abastecimento de água. Ele fez o comentário ao explicar por que a Fiesp decidiu mover ação contra a Sabesp para evitar o aumento da tarifa da água.

“Além do sacrifício da sociedade pela falta de água, ela ainda tem que pagar preços absurdos por causa das falhas do governo do Estado e da Sabesp”, afirmou.

Segundo Skaf, a Sabesp e o governo do Estado deixaram de fazer obras nos últimos dez anos. Ele disse que houve, sim, um racionamento de água. “O que é racionar? É diminuir, é abastecer com menos volume. Isso é racionar. Pode chamar de qualquer nome, mas no fundo isso é racionar água.”