Sesi-SP põe em prática ideal da indústria de investir nas pessoas, afirma Skaf

Em Guaratinguetá e Pindamonhangaba, presidente da Fiesp e do Sesi-SP assina convênios do Programa Atleta do Futuro para mais de 2.700 estudantes

Agência Indusnet Fiesp

O presidente da Fiesp e do Sesi-SP, Paulo Skaf, assinou neste sábado (17 de março)  em Guaratinguetá convênios do Programa Sesi-SP Atleta do Futuro (PAF) com os municípios de Guaratinguetá, Aparecida, Roseira, São Luiz do Paraitinga, Potim. Também renovou o convênio do Sistema Sesi de Ensino com a prefeitura de Cunha. Em Pindamonhangaba, Skaf assinou convênios do PAF com o próprio município e com Natividade da Serra, São Bento do Sapucaí e Caçapava.

A parceria com as prefeituras locais prevê o atendimento de 958 alunos em Guaratinguetá, em diversas modalidades esportivas. Em Aparecida são 200 vagas para a prática de futebol. O convênio atenderá 380 alunos de Roseira com as modalidades futsal e natação. São Luiz do Paraitinga tem 360 vagas para futebol e voleibol, e em Potim são 200 vagas nas modalidades futebol e futsal.

Para Pindamonhangaba, a parceria com o Lar São Judas prevê atendimento de 96 crianças e adolescentes com a prática de futebol e natação. O convênio de Natividade da Serra, que tem a Prefeitura Municipal e a Fibria Celulose como parceiros, tem 100 vagas para a modalidade futsal. A Prefeitura Municipal de São Bento do Sapucaí atenderá 200 alunos nas modalidades futsal e futebol. E em Caçapava são 320 vagas para futsal, sendo a prefeitura e a Viapol os parceiros do programa.

“É nas pessoas o melhor investimento que se pode fazer. Significa dar oportunidade, pela educação de qualidade, pelo esporte, que também educa e dá saúde, pelo lazer e pela cultura. Essa é a proposta da indústria, que o Sesi-SP põe em prática”, disse Skaf durante entrevista coletiva em Pindamonhangaba. “A gente não tem discurso – tem realizações para valer.”

Criado para estimular a prática esportiva e a cidadania, o programa vai além da prática esportiva. Os alunos recebem orientação em temas transversais como saúde, trabalho, consumo consciente, meio ambiente e pluralidade cultural. Os instrutores trabalham para difundir valores como ética, superação, autoestima e socialização, para ajudar o aluno a se desenvolver de modo pleno.

A renovação do Sistema Sesi-SP de Ensino com o município de Cunha prevê atendimento para 51 escolas de Educação Infantil e Ensino Fundamental, com a capacitação de 161 docentes, 19 gestores e beneficiará 1.841 alunos da rede municipal.

Com o Sistema Sesi-SP de Ensino, os municípios recebem know-how pedagógico e educacional do Sesi-SP, o que permite a transferência tecnológica do modelo educacional desenvolvido pela entidade. Diferentemente de outros programas existentes, o Sistema Sesi-SP de Ensino não se limita à entrega do material didático e à capacitação de docentes. O modelo contempla a formação da equipe gestora e a realização de reuniões periódicas com o secretário de Educação de cada cidade, além do acompanhamento de todo o processo de implantação do Sistema nas escolas dos municípios.