imagem google
Início do conteúdo

Sesi e Senai investem mais de R$ 50 milhões na região oeste da Grande São Paulo

Aporte beneficiará os municípios de Jandira, Carapicuiba e Osasco com a construção de novas escolas do Sesi-SP e a modernização de unidades do Senai-SP

A área de ensino de Jandira receberá mais de R$ 21 milhões de investimentos provenientes da indústria neste ano. O anúncio foi feito pelo presidente da Federação das indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), do Sesi-SP e do Senai-SP, durante encontro com o prefeito Walderi Braz Paschoalin para formalização de parceria para a instalação da primeira escola do Sesi-SP no município.

A unidade será construída no Bairro Jardim Mazé, antigo Sítio Paiolzinho, e deverá atender entre 500 e mil alunos. O prazo estimado para a conclusão dos trabalhos, a partir da assinatura da escritura, é de 15 meses.

Do total destinado para a cidade, R$ 11 milhões serão revertidos à construção da unidade, que oferecerá ensino em tempo integral, ensino médio e educação regular de nível médio articulada com o ensino técnico do Senai-SP.

O montante restante (R$ 12,3 milhões) será aplicado na reforma e ampliação da Escola Senai Prof. Vicente Amato, sendo R$ 5 milhões para obras e R$ 7,3 milhões para atualização tecnológica de máquinas e equipamentos.

“Essa escola representa expansão de nossa rede educacional no Estado e a continuidade de um projeto que oferece ensino de excelência, alimentação balanceada, prática esportiva monitorada, acesso à cultura e serviços médicos para mais de 100 mil crianças e jovens”, ressaltou Skaf.

A unidade terá modernas salas de aula, duas áreas de convivência, recreio coberto, biblioteca escolar com acervo atualizado, laboratório de informática educacional, laboratório de ciência e tecnologia e quadra esportiva, além de ambientes administrativos e pedagógicos mais amplos e confortáveis.


Ensino de excelência

O município de Carapicuíba, com 400 mil habitantes, também será beneficiado com aportes para a área educacional. Durante inspeção de terreno no bairro Vila Gustavo Correa, onde será construída a nova escola do Sesi-SP em substituição ao Centro Educacional instalado no centro, Skaf informou que estuda a ampliação do projeto para aumentar a oferta de vagas.

“Vou me reunir com nossa equipe de educação e de obras para verificar a possibilidade de fazer uma escola maior”, afirmou o presidente da Fiesp. Atualmente, a unidade atende 957 alunos, sendo 262 estudantes no Ensino Fundamental em Tempo Integral e 695 na Educação de Jovens e Adultos.

A decisão sobre os detalhes da obra será informada neste sábado (3/4), durante a assinatura de protocolo para a adoção do terreno. O evento antecederá a apresentação da Orquestra Filarmônica Bachiana Sesi-SP, às 17h, no Teatro de Arena do Parque Ecológico e Cultural da Aldeia de Carapicuíba.


Modernização

Em Osasco, Paulo Skaf visitou o Jornal Diário da Região e falou sobre os investimentos previstos pelas entidades ligadas à indústria para o município.

“Vamos destinar R$ 20 milhões para a reforma do Centro de Atividades Luis Eulálio de Bueno Vidigal Filho, onde será construído novo prédio para a transferência das duas escolas externas, e obras para a adequação da infraesturutura para a adoção do ensino em tempo integral.”

Para a Escola Senai Nadir Dias de Figueiredo, já em obras, foram liberados R$ 12,4 milhões para a atualização da oficina de solda e fundição e a implantação dos laboratórios de galvanoplastia e efluentes.


Parceria

O líder empresarial finalizou sua agenda na região com a assinatura de um convênio entre o Senai-SP e o Sindicato dos Trabalhadores das Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e de Material Elétrico de Osasco, para a oferta de programas de aperfeiçoamento profissional.

A parceria foi selada na Escola Senai Nadir Dias de Figueiredo e precedeu encontro com alunos do curso superior de Tecnologia em Processos Metalúrgicos oferecido na unidade. A grande novidade da reunião foi o anúncio da criação de dois cursos de pós-graduação lato sensu para fundição e solda, a partir de agosto.