imagem google
Início do conteúdo

Senai-SP vai estudar possibilidade de instalar unidade educacional em Atibaia

Pedido foi feito pelo prefeito do município em encontro com o presidente da Fiesp e do Sesi-SP, Paulo Skaf

Juan Saavedra, Agência Indusnet Fiesp

O Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial de São Paulo (Senai-SP) vai desenvolver um estúdio para avaliar a viabilidade de instalar uma unidade em Atibaia, município a aproximadamente 66 kms da capital.

A orientação foi dada na manhã desta terça-feira (04/02) pelo presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) e do Senai-SP, Paulo Skaf, ao diretor regional da instituição de ensino profissionalizante, Walter Vicioni Gonçalves, durante o encontro com o prefeito de Atibaia, Saulo Pedroso, na sede da Fiesp, para a assinatura de um convênio pelo qual a Prefeitura fez a doação de um terreno ao Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP) para a construção de um espaço cultural, o “Estação Sesi-SP Cultura”.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1537350969

Paulo Skaf (ao centro) com prefeito de Atibaia (terceiro da esquerda para a direita) e Walter Vicioni (primeiro à direita). Foto: Tâmna Waqued/Fiesp


O pleito da prefeitura é obter um centro de formação profissional em especialidades como metalomecânica e eletroeletrônica, ocupações, segundo o prefeito, que vem sendo demandadas pelo crescimento industrial do município, com a chegada de novas empresas.

Paulo Skaf explicou que o Senai-SP sempre procura atender a demanda de mão de obra e que em muitos dos 645 munícipios do estado de São Paulo esse atendimento é feito por Escolas Móveis. Disse ainda que, de acordo com os critérios da instituição, é preciso um estudo técnico para aferir se há uma demanda contínua por mão de obra que justifique a construção de uma nova unidade – ou se esse atendimento pode ser feito e outro modo. A decisão será comunicada em maio.