imagem google

Seminário na Fiesp analisa oportunidades e riscos para setor agrícola pós-COP15. Acompanhe

Agricultura, mudanças climáticas e comércio: expectativa para Copenhague

A dois meses da reunião da COP-15, em Copenhague, no mês de dezembro, duas perguntas são centrais para o agronegócio brasileiro: quais serão as oportunidades para o setor na conclusão de um acordo e quais os tipos de barreiras às exportações poderão surgir?

Como os países desenvolvidos já discutem internamente a vinculação de comércio com meio ambiente, o setor quer ampliar o debate e esclarecer questões como a estruturação de um mecanismo financeiro para a conservação e recomposição de florestas, além da ampliação do uso e transferência de tecnologia para a produção de etanol.

A Fiesp, o Instituto de Estudos do Comércio e Negociações Internacionais (Icone) e a United Nation Foundation reunirão especialistas internacionais e lideranças do agronegócio brasileiro para buscar respostas a esses questionamentos. O encontro será nesta sexta-feira (16), das 9h às 17h30, na sede da Fiesp.



Clique aqui para ver a programação