imagem google

Seminário apresenta ideias para a remedição do solo e gestão de águas subterrâneas

Abertura do evento teve a participação do diretor de meio ambiente da Fiesp e da ministra de meio ambiente do Reino dos Países Baixos

Ariett Gouveia, Agência Indusnet Fiesp

Promovendo o intercâmbio entre Brasil e Holanda na área ambiental, a Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) promove na tarde desta quarta-feira (02/04) um seminário de cooperação entre os dois países com o tema “Remediação do solo e diretrizes para gestão de água subterrâneas”.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1542752615

Seminário Brasil-Holanda debate remedição do solo e gestão de águas subterrâneas. Foto: Everton Amaro/FIESP

O evento contou com a presença de representantes do ministério do meio ambiente dos Países Baixos – entre elas, a ministra Wilma Mansveld–, do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama), da Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb). A abertura do seminário foi feita pelo diretor de Meio Ambiente da Fiesp e do Ciesp, Eduardo San Martin.

“Firmamos essa parceria com o governo da Holanda, que tem nos trazido informações fundamentais, em especial com relação à política nacional de resíduos sólidos. A partir do dia 2 de agosto começam a ser aplicadas as multas para os que não cumprirem o que diz a nova legislação”, lembrou San Martin. “A indústria está fazendo a sua parte e quer continuar fazendo.”

O diretor da Fiesp agradeceu a presença dos especialistas holandeses e reforçou o interesse em manter a cooperação entre os países. “O consulado da Holanda em São Paulo e o ministério do Meio Ambiente dos Países Baixos têm feito de tudo para nos ajudar a encarar o grande desafio que o Brasil e, principalmente, o Estado de São Paulo têm de reciclar seus resíduos. Temos projetos em andamento, que precisarão continuar contando com a boa vontade desses parceiros.”