imagem google

+Saúde distribui 100 bengalas verdes para portadores de baixa visão

Ação na calçada da Fiesp oferece inclusão social e apresenta tecnologias

Agência Indusnet Fiesp

A deficiência visual é a que mais afeta pessoas no mundo. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), cerca de 40 milhões de indivíduos vivem com baixa visão ou cegueira. Para que uma pessoa possa ser diagnosticada com baixa visão, é preciso que a sua acuidade visual esteja abaixo dos 30% no melhor olho. Pensando em mais de 6 milhões de brasileiros diagnosticados com baixa visão, a nova edição do +Saúde, em parceria com a iniciativa Bengala Verde e o Grupo Retina, promoveu ações que beneficiam as pessoas que vivem com esse problema, no último sábado (18/8).

A baixa visão é caracterizada por problemas que não podem ser resolvidos com óculos ou cirurgias, e acaba afetando diversas atividades comuns, como caminhar sozinho, reconhecer rostos, dirigir, cozinhar ou até praticar esportes. Como essas pessoas não são cegas e geralmente têm aparência absolutamente normal, muitas vezes sofrem preconceito nas ruas, no metrô e no trabalho. Por isso, o Grupo Retina trouxe para o Brasil a campanha Bengala Verde, que se juntou ao +Saúde para difundir este instrumento de cor específica para identificar os portadores de baixa visão, servindo para orientação, mobilidade e inclusão social.  A instituição distribuiu 100 bengalas verdes para portadores de baixa visão já selecionados.

Além disso, a ação também abordou sobre o avanço das pesquisas na área, bem como orientou sobre recursos existentes que possam melhorar a qualidade de vida das pessoas com essas doenças. O Grupo apoia pacientes com doenças degenerativas da retina, como a degeneração macular relacionada a idade (DMRI), retinose pigmentar, doença de Stargardt, síndrome de Usher e demais distrofias da retina de caráter hereditário.

E ainda, exibindo a tecnologia a favor da sociedade, esta edição levarou aos visitantes a demonstração do OrCam MyEye, dispositivo inovador produzido por uma empresa israelense que lê e identifica pessoas, cédulas, textos, embalagens, para melhorar a qualidade de vida de cegos e portadores de baixa visão.

O +Saúde é uma iniciativa do Comitê da Cadeia Produtiva da Saúde e Biotecnologia (ComSaude – Fiesp) que, com o apoio de parceiros, promove a informação como forma de prevenção de riscos à saúde.

Ação na calçada da Fiesp oferece inclusão social

Campanha Bengala Verde, promovida na calçada da Fiesp. Foto: Helcio Nagamine/Fiesp