imagem google
Início do conteúdo

Prioridade é desfazer gargalos em Santa Catarina, Paraná, Mato Grosso e Goiás, diz ministro da Agricultura

Mendes Ribeiro fala sobre as expectativas do Ministério para 2013 em reunião com membros do Conselho Superior do Agronegócio da Fiesp

Alice Assunção, Agência Indusnet Fiesp

Reunião Cosag - Ministro Mendes Ribeiro. Foto: Julia Moraes

Ministro Mendes Ribeiro: "O governo está contratando milho, já com a previsão do deslocamento, para evitar as perdas de produtores e comercializadores de grãos. Foto: Julia Moraes

A prioridade do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento é proporcionar um plano safra 2013/2014 que absorva as reivindicações dos setores e desfaça gargalos de escoamento da produção agropecuária, afirmou nesta segunda-feira (04/03) o ministro Mendes Ribeiro.

Segundo ele, o Ministério já mapeou as necessidades mais urgentes e identificou prioridades em Santa Catarina, Paraná, Mato Grosso e Goiás. “São lugares que vamos, sem dúvida nenhuma, começar a trabalhar de forma mais centrada, fazendo uma parceria com a iniciativa privada”, garantiu.

Em 2012 faltaram silos em algumas regiões de Mato Grosso para armazenar a produção recorde de grãos. Parte das commodities foi armazenada a céu aberto, prejudicando sua comercialização.

Para evitar as perdas de produtores e comercializadores de grãos, principalmente de milho  – cultura mais afetada no ano passado –, Mendes informou que o governo está “contratando milho já com a previsão do deslocamento.”

PIB

O ministro minimizou o desempenho negativo de 2,3% do Produto Interno Bruto (PIB) agropecuário em 2012 e afirmou, sem estimativas exatas, que a performance da agropecuária brasileira deve ser melhor em 2013.

“Estamos sempre esperando que o PIB da agricultura surpreenda”, observou. No caso da baixa no ano passado, Mendes Ribeiro ponderou: “O número é sempre tão bom que, quando baixa um pouco, todo mundo acha que foi ruim”.