imagem google
Início do conteúdo

Polo Aquático do Brasil encerra participação em Kazan com melhor resultado de sua história na competição

Para atacante Grummy, equipe está “no caminho correto para a Olimpíada do Rio”

Amanda Demétrio, Agência Indusnet Fiesp

Gustavo Guimarães “Grummy”, Paulo Salemi e Bernardo Reis “Braga”, atletas do Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP) e da seleção brasileira masculina de polo aquático finalizaram a participação no Mundial de Esportes Aquáticos de Kazan, na Rússia, com a 10ª colocação.  Após serem superados pelo Canadá por 10 a 12 (BRA 2-2 CAN, 1-1, 3-2, 1-2, e 3-5 nos pênaltis), na manhã desta quinta-feira (6/8), os meninos do Brasil registraram o melhor resultado da história da equipe na competição, superando o 12º lugar de Madri/1986 e Perth/1998.

Gustavo Grummy em disputa com o Canadá. Foto: Divulgação/CBDA

Gustavo Grummy em disputa com o Canadá. Foto: Divulgação/CBDA


“Acho que diferente do outro jogo contra o Canadá, o nosso time se portou de maneira mais contundente na marcação. Por alguns erros, não saímos com a vitória. Mas não se deve responsabilizar ninguém. Somos um grupo: ganhamos e perdemos juntos. O importante foi que fizemos a melhor campanha da história, subimos ao pódio em competições importantes, e mostramos que estamos no caminho correto para a Olimpíada do Rio”, comentou o atacante Gustavo “Grummy” em entrevista para a Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA).

Com gols de Adrian Delgado, Josip Vrilic, Gustavo “Grummy” e Felipe Perrone, além dos pênaltis (Gustavo Guimarães, Bernardo Gomes e Felipe Perrone), a equipe terminou a competição com uma boa atuação. Com o resultado de Kazan, o Brasil completa a boa fase em competições internacionais, que conta com a conquista do bronze inédito na SuperFinal da Liga Mundial da FINA e a prata nos Jogos Pan-Americanos de Toronto.

Resultados
Dia 27/07
Brasil 9 x 9 China

Dia 29/07
Brasil 9 x 10 Croácia

Dia 31/07
Brasil 6 x 10 Canadá

Dia 2/8
Brasil 3 x 7 EUA

Dia 4/8
Disputa de 9º a 12º lugar: Brasil 16 x 5 África do Sul

Dia 6/8
Disputa do 9º lugar: Brasil 10 x 12 Canadá (7 a 7 no tempo normal e 3 x 5 nos pênaltis)