imagem google

Para diretor do Dejur Fiesp, empresas precisariam de prazo para se adequar ao e-Social

O especialista em Direito Empresarial, Oziel Estevão, que o novo sistema mudará a governança das empresas

Agência Indusnet Fiesp 

Nesta sexta-feira (31/01), o jornal Valor publicou matéria especial em alusão aos 71 anos da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) e ressaltou que  falta pouco para a entrada em operação do e-Social.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1544466571

Oziel Estevão, diretor titular adjunto do Dejur

O sistema eSocial, que aguarda apenas assinatura interministerial para entrar em vigor, unificará a remessa de todas as informações dos trabalhadores para os órgãos federais, desde a contratação à demissão, passando por promoções, férias, transferências, e licenças médicas, além das contribuições ao FGTS e as comprovações dos recolhimentos à Previdência Social indispensáveis para a aposentadoria.

Ouvido pela reportagem, o diretor titular adjunto do Departamento Jurídico da Fiesp, Oziel Estevão, afirmou que o sistema provocará grandes mudanças nas empresas. “O ideal seria que as empresas tivessem um prazo maior para a implementação. O eSocial terá impacto cultural nas empresas e exigirá a revisão dos processos de governança (compliance).”

Para acessar a reportagem na íntegra, acesso o site do jornal Valor (conteúdo exclusivo para assinantes).