imagem google

No Senado, Fiesp defende criação de autoridade nacional de proteção de dados na internet

Rony Vainzof, diretor do Departamento de Defesa e Segurança, participa de sessão temática

Agência Indusnet Fiesp

A Fiesp foi ao Senado Federal nesta terça-feira (17 de abril) defender a criação de um marco regulatório de proteção de dados pessoais. O diretor do Departamento de Defesa e Segurança da Fiesp, Rony Vainzof, participou da bancada de especialistas da sessão temática para a votação do PLS 330/2013, que cria um marco regulatório para o tema. Para Vainzof, caso essa legislação nasça sem uma autoridade do setor, ela será manca e provavelmente sem eficácia.

Ele afirmou ainda que uma lei que estabeleça sanções administrativas sem identificar quem vai aplicá-las pode ser um convite para imposição de multas injustas. “A ausência de uma autoridade também impedirá o Brasil de se adequar às normas de outros países”, completou.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1539873582

Na tribuna do Senado, o diretor do Departamento de Defesa e Segurança da Fiesp, Rony Vainzof. Foto: Pedro França/Agência Senado