imagem google

No L.E.T.S., Fiesp pede investimentos em hidrelétricas com reservatórios

Encontro contou com a participação do vice-presidente da Fiesp, João Guilherme Sabino Ometto

Alice Assunção e Talita Camargo, Agência Indusnet Fiesp

O diretor do Departamento de Infraestrutura (Deinfra) da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Carlos Cavalcanti, afirmou na tarde desta quinta-feira (22/05) que aumentar investimentos em usinas hidrelétricas é essencial para o setor energia. Ele também afirmou que a Fiesp defende o uso de biomassa na diversificação da matriz.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1542782593

Carlos Cavalcanti: “É essencial no setor de energia aumentar os investimentos em hidrelétricas com reservatórios e diversificar a matriz, investindo em termonucleares”. Foto: Everton Amaro/Fiesp


“É essencial no setor de energia aumentar os investimentos em hidrelétricas com reservatórios e diversificar a matriz, investindo em termonucleares”, afirmou Cavalcanti em seu discurso de encerramento da Semana de Infraestrutura (L.E.T.S), encontro da Fiesp sobre planejamento integrado de infraestrutura.

Na segunda-feira (19/05), após a abertura do encontro, o presidente da Empresa de Pesquisa Energética (EPE), Maurício Tolmasquim, informou que o governo pretende realizar no segundo semestre do ano um leilão de energia de reserva dedicado a projetos de energia solar, eólicos e termoelétricos movidos a biomassa.

Sobre o provável leilão, Cavalcanti afirmou que a federação apoia o uso de biomassa. Mas sobre os projetos de energia solar, o diretor afirmou que “a Fiesp vai reagir contra isso”.

O segundo vice-presidente da Fiesp, João Guilherme Sabino Ometto também participou do encerramento do L.E.T.S.

“Este é um encontro onde chamamos aqueles que têm a responsabilidade dos setores de infraestrutura para ir além dos interesses individuais. Este é um encontro onde debatemos o Brasil”, afirmou o segundo vice-presidente da (Fiesp), João Guilherme Sabino Ometto, que também participou da cerimônia de encerramento.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1542782593

João Guilherme Sabino Ometto, 2º vice-presidente da Fiesp: encontro fez chamamento aos setores de infraestrutura para ir além de interesses individuais. Foto: Everton Amaro/Fiesp

Licenciamento Ambiental

Ainda durante seu discurso, Cavalcanti afirmou que uma das conclusões do evento, que durou quatro dias, é que o licenciamento ambiental, no molde que está, não reduz impactos, mas obstrui o desenvolvimento econômico.

“O licenciamento ambiental deve ser um norteador para o desenvolvimento sustentável. Entretanto, como está estruturado hoje, é um entrave porque o processo não tem como propósito mitigar os impactos de determinado empreendimento, mas impedir sua construção”, esclareceu.

O diretor da Fiesp criticou ainda a falta de titularidade no caso da prestação de serviços de saneamento básico no país. Segundo ele, a maior dificuldade para ampliar a cobertura do serviço está “no impasse institucional”.

Monitor Banda Larga

Imagem relacionada a matéria - Id: 1542782593

Carlos Cavalcanti: Monitor Banda Larga teve mais de 20 mil acessos em três dias. Foto: Everton Amaro/Fiesp

Segundo Cavalcanti, em apenas dois dias, o aplicativo Monitor Banda Larga, lançado na segunda-feira (19/05) durante a abertura do evento, já teve mais de 20 mil acessos. “Nem todos esses acessos geraram downloads, porque a versão mobile ainda não está disponível, mas é um número significativo”, explicou.

O objetivo da ferramenta é melhorar a qualidade da banda larga fixa, necessária ao desenvolvimento da indústria e de todo o país, auxiliando qualquer usuário a verificar se sua prestadora de serviços está entregando a internet banda larga de acordo com o contratado e com os parâmetros da Anatel, de maneira simples e de fácil entendimento.

Inicialmente o produto é compatível com o sistema operacional Windows e conta com três tipos de medição: padrão, automaticamente configurada com a instalação do aplicativo e que realiza testes diários a cada 6 horas; instantânea, que verifica a qualidade da conexão imediatamente e programada, que possibilita a seleção de intervalos de medição a cada 2, 4, 6 ou 8 horas. Após a escolha das opções de medição, o usuário visualizará um relatório simples e objetivo, que indicará a velocidade e qualidade da internet.

Para garantir a segurança, o aplicativo possui um parecer do Instituto de Pesquisa Tecnológica (IPT), que certifica o funcionamento e a confiabilidade da ferramenta.

L.E.T.S

A Semana da Infraestrutura da Fiesp (L.E.T.S.) representa a união de quatro encontros tradicionais da entidade: 9º Encontro de Logística e Transporte, 15º Encontro de Energia, 6º Encontro de Telecomunicações e 4º Encontro de Saneamento Básico. O evento aconteceu entre os dias 19 e 222 de maio (segunda a quinta-feira), no Centro de Convenções do Hotel Unique, em São Paulo.

Mais informações: www.fiesp.com.br/lets