imagem google
Início do conteúdo

Natação do Sesi-SP disputa Copa na Holanda em preparação para o Maria Lenk

Oito nadadoras da entidade representarão o Brasil na 10ª Copa de Eindhoven

Lucas Dantas, Agência Indusnet Fiesp 

O principal objetivo para o mês de abril é o Campeonato Brasileiro Absoluto de Natação – o Maria Lenk – disputado de 21 a 26 na piscina do Parque Ibirapuera, em São Paulo. Mas, antes, oito nadadoras do Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP) representarão o Brasil em 29 provas individuais na 10ª Copa de Eindhoven, na Holanda, de 10 a 13 de abril.

Quatro seniores e quatro juniores formarão a equipe: Daynara de Paula, Etiene Medeiros, Jéssica Cavalheiro e Priscila Souza compõem a ala mais experiente, acompanhadas de Sabrina Todão, Bruna Primati, Giovanna Diamante e Patricia Neumann, as mais jovens do time. Com elas, viajarão os técnicos Fernando Vanzella e Thiago Budicin. Para Vanzella, a competição servirá para preparar as atletas e dar experiência internacional para o time.

“Temos uma série de competições importantes no Brasil que são seletivas para campeonatos brasileiros e torneios internacionais. No intuito de preparar bem as meninas do Sesi-SP para esses campeonatos brasileiros, a gente procura torneios aqui e lá fora que ajudem no processo”, disse o técnico. “A competição na Holanda sempre teve boas nadadoras no histórico, como holandesa Ranomi Kromowidjojo (medalha de ouro nas Olimpíadas de Pequim e Londres) e a sueca Sarah Sjöström (medalha de ouro no mundial em Roma, 2009). O nível é alto e é onde a gente sabe que elas precisam competir para se aproximar das rivais.”

Vanzella ressaltou a necessidade de colocar as atletas do Sesi-SP frente a frente com as adversárias internacionais. “A Etiene está indo com o melhor tempo nos 50m costas e o terceiro nos 100m costas. A Daynara vai com o terceiro melhor nos 100m borboleta. No Brasil, elas são absolutas, ganharam as provas nos últimos anos. Uma competição como essa é importante para elas serem testadas contra adversárias mais fortes e também para que o cenário internacional passe a conhecê-las melhor”.

Para Daynara de Paula, uma das mais experientes nadadoras do Sesi-SP, a Copa na Holanda serve tanto para as seniores como para as juniores tirarem lições, pelo nível que encontrarão em Eindhoven.

“É mais um importante treinamento fora do Brasil, principalmente porque aqui falta competitividade. O nível lá fora é muito maior. Para a equipe vai servir para fortalecer as meninas mais novas, que vão se acostumar com um ritmo diferente e mais pegado de treinos e competição. Já para mim é um ótimo aprendizado, pois a cobrança pelo resultado é diferente também. Eu me cobro bem mais”, disse a recordista sul-americana dos 50m borboleta.

Outro ponto importante para a nadadora do Sesi-SP é a possibilidade de realizar observações para o Maria Lenk, que será disputado logo em seguida, em São Paulo. “Serve como um treinamento para o Maria Lenk, pois ajuda a pegar ritmo de competição e funciona para nos prepararmos melhor. Não estaremos 100% ainda, mas ajuda muito para saber como nadaremos no Brasileiro”.

Relação Nadadoras Sesi-SP x Prova na 10ª Copa de Eindhoven:

Imagem relacionada a matéria - Id: 1537533839