imagem google
Início do conteúdo

“Não ao aumento de impostos, não ao aumento de juros”, diz Skaf

Sociedade precisa se proteger do governo, responsável pela inflação, afirma o presidente da Fiesp e do Ciesp

Graciliano Toni, Agência Indusnet Fiesp

O presidente da Federação e do Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp e Ciesp), Paulo Skaf, disse nesta sexta-feira (12/6), durante reunião com empresários em Americana, que as duas principais bandeiras do setor no momento são a luta contra o aumento de juros e o repúdio ao aumento de impostos. “Precisamos ter uma postura muito firme contra essas duas coisas –aumento de juros e aumento de impostos”, afirmou Skaf, na sede da Diretoria Regional do Ciesp. “Postura muito firme, muito permanente e constante.”

“Não podemos continuar sem regulamentar a terceirização, sem reforma política, com a mentalidade do governo achar que pode aumentar imposto a toda hora. Tem que haver disciplina. As coisas têm que começar a acontecer”, disse. “A responsabilidade da sociedade é muito importante”, afirmou. “Entidades como as nossas, a Fiesp, o Ciesp, os sindicatos, são parte da sociedade.”

[tentblogger-youtube Ks8BOBk5FnU]

Segundo Skaf, a colaboração dos empresários não pode se dar por meio do aumento de impostos. “O governo que se arrume”, afirmou. “Cada um com seus problemas. Nossa colaboração é com a nossa luta do dia a dia. Colaborar com aumento de imposto, não.”


Inflação de tarifas

 O presidente da Fiesp e do Ciesp afirmou que a questão de inflação é um problema de governo. “Quem está provocando inflação é o governo, com seus preços administrados. A inflação que estamos tendo é uma inflação dos preços de energia, aumento dos preços de combustível”, disse Skaf. “E a questão dos impostos, quem cobra é o governo também. Então a sociedade precisa se proteger do governo.”