imagem google
Início do conteúdo

Na Fiesp, Armando Monteiro discute retomada do setor da construção

Ministro foi recebido pelo presidente do Conselho Superior da Indústria da Construção da Fiesp, José Carlos de Oliveira Lima

Alice Assunção, Agência Indusnet Fiesp

O ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), Armando Monteiro, se reuniu nesta terça-feira (14/4) com representantes da cadeia da construção na sede da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp). O principal tema do encontro foi a retomada do desenvolvimento do setor e da economia brasileira.

Após se reunir com o presidente da Fiesp, Paulo Skaf, e outros empresários, Monteiro foi recebido pelo presidente do Conselho Superior da Indústria da Construção (Consic) e vice-presidente da federação, José Carlos de Oliveira Lima.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1537398997

Armando Monteiro em reunião com diretores de Construção da Fiesp. Foto: Ayrton Vignola/Fiesp

Durante a reunião com o ministro, o diretor titular do Departamento da Indústria da Construção (Deconcic), Carlos Auricchio, alertou para o atraso no pagamento de obras com recursos públicos, considerado um grande entrave para o setor, afetando o fluxo de caixa das construtoras e também de fornecedores de materiais e prestadores de serviços.

Segundo Auricchio, o atraso médio do repasse para as construtoras do programa Minha Casa, Minha Vida, pode chegar a até 45 dias. Já o pagamento das obras do Programa de Aceleração de Crescimento (PAC) pode atrasar até 90 dias.

O diretor do Deconcic ressaltou ser importante a intervenção junto ao Ministério da Fazenda, e demais pastas do governo, para garantir a regularidade dos pagamentos e maior previsibilidade para o setor.

O ministro Monteiro afirmou que irá alinhar a questão com os ministérios relacionados.

Também participaram da reunião os diretores do Departamento de Indústria da Construção (Deconcic) da Fiesp, Carlos Auricchio, Renato Giusti, Walter Cover, Roberto Petrini e Pedro Rinaldi.

Foi entregue ao ministro pelos diretores uma pauta de trabalho com as principais ações que devem estimular a retomada do setor e da atividade econômica brasileira. Monteiro disponibilizou o MDIC para dar andamento “imediato” às ações propostas.