Na calçada da Fiesp, centenas de mulheres recebem informações sobre câncer de mama

Instituto Arte de Viver Bem e Sociedade Brasileira de Mastologia integram parceria para promover dia de atividades

Agência Indusnet Fiesp

O Instituto Arte de Viver Bem (IAVB) se uniu ao Comitê da Cadeia Produtiva da Saúde e Biotecnologia da Fiesp (ComSaude) e à Sociedade Brasileira de Mastologia (SBM) para alertar sobre a importância da prevenção do câncer de mama, da realização da mamografia e para os fatores de risco da doença.

Uma equipe de especialistas fez esclarecimentos nesta terça-feira (3 de outubro), na calçada da Fiesp, a mais de mil pessoas, na maioria mulheres, no espaço +Saúde. A estrutura montada no local incluiu o ônibus rosa do IAVB, chamado de Circuito Casa da Mulher, que ofereceu gratuitamente serviços de manicure, maquiagem e aulas de amarração de turbantes e doação de lenços – mais de 500 – para as pacientes que participaram das atividades. A parceria também disponibilizou folhetos informativos sobre os direitos da mulher com câncer e as formas de prevenção da doença.

Números da doença

Quase 58.000 mulheres receberão o diagnóstico de câncer de mama até o fim deste ano no Brasil, de acordo com o Instituto Nacional do Câncer (Inca). A estimativa é que, anualmente, a doença mate 14.206 mulheres no país.

Quando o câncer de mama é diagnosticado precocemente, as chances de cura são de 95%, na maioria dos casos.

Sobre o +Saúde

O “+Saúde – programa de prevenção e educação” é uma iniciativa do Comitê da Cadeia Produtiva da Saúde e Biotecnologia da Fiesp (ComSaude). Seu objetivo é promover campanhas de educação e conscientização com entidades ligadas ao Comitê, que têm como foco de suas atividades a atenção ao paciente.

O serviço de utilidade pública acontece todos os meses na calçada em frente à Fiesp. Durante o ano são trabalhados diferentes assuntos importantes relacionados à saúde que são pauta contínua de discussão, como o diabetes, hipertensão e doação de sangue e órgãos, por exemplo.

O +Saúde conta com a participação de parceiros voluntários, que representam instituições sem fins lucrativos, sociedades de profissionais da saúde, entidades setoriais, hospitais, profissionais da saúde e empresas do setor.

“Esta ação demonstra o compromisso da Fiesp com a saúde da população, priorizando a informação e a educação como formas de melhoria da saúde”, explica Ruy Baumer, diretor-titular do ComSaude.

Calçada da Fiesp foi palco de atividades do Outubro Rosa. Foto: Helcio Nagamine/Fiesp