imagem google

Ministra de Gana apresenta oportunidades de investimento no país africano durante visita à Fiesp

Hannah Tetteh esteve na sede da entidade para convidar os empresários brasileiros a conhecer o seu país e nele investir

Ariett Gouveia, Agência Indusnet Fiesp

A ministra das relações exteriores de Gana, Hannah Tetteh, esteve na manhã desta quarta-feira (31/07), na sede da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), para apresentar oportunidades de investimento em seu país.

Ela veio acompanhada do diretor do Departamento de Américas do Ministério dos Negócios Estrangeiros e Integração Regional, Karlk Asmah, do vice-diretor do Departamento de Américas do Ministério dos Negócios Estrangeiros e Integração Regional, Robert Afriyie, e do secretário Executivo da Ghana Free Zones Board, Kwadjo Twum Boafo.

Hannah: investimentos em infraestrutura para atrair estrangeiros. Foto: Helcio Nagamine/Fiesp

Hannah: investimentos em infraestrutura para atrair estrangeiros para Gana. Foto: Helcio Nagamine/Fiesp


Hannah também falou sobre a atual situação econômica do país africano e sobre os investimentos recentes feitos em infraestrutura e energia. Ela também apresentou as “free zones” de Gana e reforçou o crescimento e a estabilidade do país.

“Crescemos muito rápido, mas não por acaso, foi resultado de uma série de ações realizadas nos últimos 20 anos”, disse a ministra. “Temos estabilidade, uma democracia que funciona e eleições, mas sem os conflitos que acontecem em outros países africanos”, afirmou.

No encontro, o diretor titular adjunto do Departamento de Relações Internacionais e Comércio Exterior (Derex) da Fiesp, Newton de Mello, apresentou um panorama da economia brasileira, além de destacar a atuação da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa). Já o diretor de relações externas do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial de São Paulo (Senai-SP), Roberto Monteiro Spada, participou do encontro falando sobre  o trabalho da instituição na África.

Hannah afirmou que há um grande interesse em desenvolver parcerias com o Brasil. “De todos os países do Brics, com exceção da África do Sul, o mais próximo de Gana é o Brasil. Por isso, acredito que teremos muito progresso nessa parceria”, disse a ministra, que fez um convite para que representantes da Fiesp visitem o seu país.

“Estamos no momento ideal para começar a construir parcerias. Gana é um país pequeno, mas gostaria de convidá-los para conhecer a nossa terra e fazer negócios conosco”, explicou a ministra. “E não só trocas comerciais, mas também investimentos na indústria.”

Também participaram do encontro Antonio Bessa, diretor titular adjunto do Derex, e Irene Gala, embaixadora do Brasil em Gana.