Licenciamento ambiental e Logística Reversa terão discussão aprofundada no Cosema

Última reunião de 2017 tem também balanço de trabalho realizado no ano

Agência Indusnet Fiesp

Na última reunião do ano de 2017, realizada nesta terça-feira (12 de dezembro), o Conselho Superior de Meio Ambiente da Fiesp (Cosema) fez um balanço das atividades realizadas ao longo de 2017 e traçou perspectivas para 2018, uma vez que o debate sobre temas ambientais é cada vez mais necessário para a sociedade e a indústria. Entre os temas elencados para novos debates e aprofundamento, a Logística Reversa, questões relativas ao Licenciamento Ambiental, os biocombustíveis e a mudança do clima.

O presidente do Cosema, Walter Lazzarini, destacou o trabalho desenvolvido em conjunto com o Conselho Superior de Assuntos Jurídicos e Legislativos (Conjur) sobre “Métodos Alternativos para a pacificação de conflitos ambientais” com Pedro Franco Carneiro. Também se tratou do seminário “Fim dos lixões” com o expositor Cyro Bernardes, uma determinação da Lei n. 12.305/2010, que estabelece a Política Nacional dos Resíduos Sólidos (PNRS), necessitando de ações, políticas públicas e implicando em prazos e obrigações por parte do setor público e da indústria.

Também foram prestadas informações sobre o andamento de projetos relevantes, como a criação do Museu da Indústria, com Marcelo Morgado, e a elaboração de Cartilha Anticorrupção, com Rosa Ramos e Decio Michellis. Por fim, Luiz Fernando Chaves Silva fez uma breve explanação sobre a sustentabilidade automotiva.

Reunião do Cosema que definiu prioridades para 2018 e teve balanço de 2017. Foto: Helcio Nagamine/Fiesp