Jornada da Indústria pela Sustentabilidade inicia em Mogi Guaçu programação de 2017 - FIESP

Jornada da Indústria pela Sustentabilidade inicia em Mogi Guaçu programação de 2017

Encontro reuniu empresários e profissionais da indústria e também representantes do setor público

Raquel Corrêa Sajonc, Agência Indusnet Fiesp

A Jornada da Indústria pela Sustentabilidade, programa com foco na gestão empresarial responsável e desenvolvimento sustentável, promovido pela Fiesp, Ciesp e Sesi-SP, iniciou as atividades de 2017 na cidade de Mogi Guaçu. O encontro, que aconteceu no dia 22 de junho, no Centro de Atividades (CAT) do Sesi do município, reuniu cerca de 50 empresários e profissionais das indústrias da região.

Com o tema “Sustentabilidade é um bom negócio”, o encontro é uma oportunidade para que as empresas do setor industrial conheçam e incorporem boas práticas e tendências de sustentabilidade à estratégia dos negócios, visando à rentabilidade e perenidade da empresa. Conduzido pelo engenheiro especializado na implementação de estratégias de sustentabilidade empresarial e também diretor de Responsabilidade Social do Ciesp, Vitor Seravalli, o evento é dividido em atividades teóricas e práticas. Os participantes têm a chance de conhecer e utilizar algumas ferramentas de gestão, além de dialogar com representantes de empresas de diversos ramos e segmentos de negócios.

Para o diretor da empresa Qualitas, Paulo Stivalli, o evento trouxe novidades sobre gestão que vão contribuir para o trabalho daqui para frente. Ele ainda enfatizou o diálogo promovido no seminário. “A discussão sobre sustentabilidade foi muito bacana, pois havia um grupo bastante participativo, que expôs diversas visões sobre a questão. Isso contribui muito para que a gente enriqueça nossa visão e para que possamos agir com mais eficácia em relação à sustentabilidade”, declara. Na visão de Paulo Stivalli, a Jornada vai fazer uma diferença para a Qualitas e até para o mundo.

O entendimento de que, atualmente, no mundo dos negócios, a sustentabilidade é uma competência, foi o que mais chamou a atenção de Carlos Eduardo Sgnoretti, funcionário da área de Comunicação e Marketing da empresa Ibérica Embalagens. “Os profissionais precisam de capacitação para entender que a sustentabilidade dos negócios não se baseia somente no meio ambiente, mas também no social e no financeiro. Inclusive está relacionada com a sobrevivência do negócio”, ressalta.  Carlos destaca que as empresas que não se preocuparam com esta vertente acabarão perdendo oportunidades de negócio e de aprender a gerir a empresa de uma forma mais eficiente e sustentável.

E, embora o programa seja destinado a empresários e profissionais do setor industrial, esta edição contou também com a participação do setor público. Gilberto Selber, secretário de Educação, Esportes e Cultura de Aguaí, município vizinho de Mogi Guaçu, participou do seminário e do workshop e aproveitou a oportunidade para refletir sobre gestão. Segundo Gilberto, educação não pode ser considerado um negócio, mas ele afirmou que muito do que aprendeu no encontro servirá para o desenvolvimento da educação de sua cidade. “A gestão pública se reveste de particularidades, e a gente se depara com uma série de desafios que necessita de estratégias muito claras para que a gente consiga alcançar resultados”, explica. Outro ponto destacado por ele foi a importância da comunicação para a disseminação de valores e princípios da sustentabilidade. Como ele disse, a sustentabilidade está presente em tudo e a comunicação é uma forma relevante para disseminação. “Quero levar a sustentabilidade para as escolas do município e também pretendo compartilhar as informações que eu adquiri aqui para os outros secretários, de outras pastas.”

O diretor do Sesi de Mogi Guaçu, Marcos Rogério Kapp, declarou que receber a Jornada no Sesi foi uma satisfação. “Tivermos uma oportunidade fantástica de proporcionar um momento de reflexão com as empresas e estreitar o relacionamento. A gente trabalha bastante para estar próximo das indústrias e quando a gente tem a oportunidade de oferecer um programa de tanta qualidade, como é a Jornada da Indústria pela Sustentabilidade, é gratificante”, relata. Marcos destacou os feedbacks que recebeu, junto com sua equipe, das empresas representantes: “foram os melhores possíveis e isso certamente vai gerar novas parcerias com essas empresas”, manifesta animado.

E animação, comprometimento e engajamento foi a marca de toda a equipe do Sesi Mogi Guaçu. A agente de atividades de Responsabilidade Social do CAT, Michelle Ryter, contou que todas as áreas se envolveram na realização do evento e deram sugestões para torná-lo mais atrativo e acolhedor para o público. Pela primeira vez, em cerca de três anos, a abertura da Jornada da Indústria pela Sustentabilidade contou com a participação de alunos do Sesi-SP. Diversas crianças fizeram questão de entregar um brinde produzido de forma artesanal personalizado e a mensagem “Cuide do nosso futuro” para cada um dos participantes. Para o público em geral, foi um momento muito emocionante, que contagiou a todos.


Encontro discute a importância da comunicação para a disseminação de valores da sustentabilidade. Foto: Raquel Corrêa Sajonc/Fiesp

As próximas edições da Jornada da Indústria pela Sustentabilidade estão previstas para:

  • Ribeirão Preto, em agosto
  • Botucatu, em setembro
  • Mauá, em novembro

 

Para outras informações, entre em contato pelo e-mail cores@fiesp.com.br.