imagem google
Início do conteúdo

Investimento em qualidade de vida pode garantir mais produtividade, afirma médico

Alberto Ogata participou de palestra sobre sustentabilidade na Fiesp

Bernadete de Aquino, agência Indusnet Fiesp

As empresas precisam apostar em programas de qualidade de vida para evitar afastamentos e perda de força produtiva, afirmou nesta quinta-feira (23/4) o médico Alberto Ogata, membro do Comitê de Responsabilidade Social (Cores) da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp).

Ele palestrou durante o Encontros Fiesp Sustentabilidade – Conectando Pessoas, Compartilhando Valores, realizado pelo Cores na sede da federação nesta manhã.

“Mais de um quarto da população adulta brasileira têm doenças musculoesqueléticas. A maioria não procura ajuda médica e perde, pelo menos, oito horas de trabalho por semana por estar com o problema”, disse Ogata ao citar uma pesquisa do Ibope.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1537912284

De acordo com Alberto Ogata, empresas precisam apostar em programas de qualidade de vida para evitar afastamentos. Foto: Helcio Nagamine/Fiesp

Segundo ele, dores lombares, na coluna cervical ou fibromialgia (dores em todo o corpo por longos períodos), são exemplos de males que podem afastar o trabalhador de suas atividades.

“É preciso fazer alguma coisa para reduzir esse indicador, para ter menos gente afastada ou com problemas por esses distúrbios”.

As empresas de pequeno em médio porte são as que mais sofrem com afastamentos de trabalhadores doentes, segundo Ogata. A sugestão do médico para superar essa dificuldade é a criação de redes entre empresas menores para compartilhar serviços de qualidade de vida, conhecer os recursos oferecidos no entorno da sede e buscar parcerias que permitam pouco ou nenhum investimento.

Alberto Ogata é médico, mestre em medicina e economia da saúde pela USP, além de diretor de saúde e benefícios do Tribunal Regional Federal (TRF). Ele também é coordenador do Laboratório de Inovação Assistencial da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS).