imagem google

Grande gargalo de 2015 será crédito rural, afirma senador Ronaldo Caiado

Senador afirma que volume de recursos para safra já começou a ser afetado

Katya Manira, Agência Indusnet Fiesp

O senador Ronaldo Caiado (DEM-GO) e o ex-ministro da Agricultura Roberto Rodrigues

O senador Ronaldo Caiado durante reunião do Cosag, ao lado de Roberto Rodrigues. Foto: Helcio Nagamine/Fiesp


Durante reunião mensal do Conselho Superior do Agronegócio (Cosag) da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), realizada na manhã desta segunda-feira (1/6), o senador Ronaldo Caiado (DEM-GO) afirmou que o grande gargalo do setor neste ano será o crédito rural, que vem sofrendo com a falta de aportes.

“A redução nos depósitos à vista e os saques na poupança rural já estão comprometendo o volume de recursos para essa safra. Sabemos que 60% do custo de produção tem origem na venda antecipada, tamanha a inabilidade do governo em promover crédito necessário”, declarou o senador. Convidado como expositor, falou sobre o tema O Momento Político Brasileiro e o Agronegócio.

Caiado também explicou que a previsão orçamentária para financiamento da próxima safra sofrerá uma redução de R$ 15 bilhões, o que compromete ainda mais o setor, considerado o “salvador” da balança comercial brasileira e também o único setor a apresentar variação positiva no PIB deste trimestre.