imagem google

Em jogo disputadíssimo, Sada Cruzeiro vence Sesi-SP

Segunda partida da final da Superliga termina com placar de 3 a 2

Graciliano Toni, Agência Indusnet Fiesp

O placar do tie-break, 22 a 20, ajuda a dar ideia do nível de disputa da partida entre Sada Cruzeiro e Sesi-SP neste domingo (6 de maio). Com a vitória por 3 sets a 2 (25 a 16, 17 a 25, 25 a 22, 23 a 25, 22 a 20), o Sada Cruzeiro ficou com o título da Superliga 2017/18 e se tornou hexacampeão do torneio. William foi eleito melhor levantador da competição.

“Lutamos até o final, e os meninos mostraram valor, fizeram um grande trabalho”, disse Rubinho, técnico do Sesi-SP. “E na próxima temporada começamos mais estruturados.”

Imagem relacionada a matéria - Id: 1540258948

William levanta a taça do vice-campeonato. Foto: Ayrton Vignola/Fiesp

Com Murilo de líbero, o Sesi-SP começou o jogo com William, Lucão, Lipe, Douglas Souza, Gustavão e Alan.

Bem no saque no primeiro set, o Sada Cruzeiro logo acabou com o equilíbrio do início do jogo. Abriu 7 pontos de vantagem, fazendo 13 a 6. Quando o Sesi-SP começou a se recuperar e chegou a 11 pontos (contra 14 do adversário) o Sada Cruzeiro pediu tempo, voltou bem para a quadra, ampliou ainda mais a diferença e fechou o set em 25 a 16.

No segundo set o equilíbrio durou mais. O Sesi-SP começou a abrir vantagem depois do décimo ponto e venceu o set com 8 pontos de diferença, 25 a 17.

No terceiro set a disputa foi dura o tempo todo. Rubinho pediu tempo, depois que Filipe fez o Cruzeiro virar, em 17 a 16. Uma sucessão de saques errados manteve a disputa apertada. Alan sacou para fora. 18 a 16 Saque para fora de Evandro. 18 a 17. Vaccari entrou no lugar de Lucão e sacou na rede. 19 a 17. Filipe pisou na quadra na hora de sacar. 20 a 18. Simon tocou na rede, e o Sesi-SP encostou. 20 a 19. O Sada Cruzeiro abriu vantagem só no fim. Isac bloqueou e fez 24 a 22. Lucão mandou para fora, e o Cruzeiro fechou o terceiro set, em 25 a 22.

Isac começou sacando, mas o Sesi-SP marcou o primeiro ponto do quarto set. O Cruzeiro empatou no saque de William. Aí o Sesi-SP começou a abrir vantagem. Depois de saque de Lipe, Uriarte fez dois-toques. 3 a 1. Gustavão cortou para o 4 a 1. Uriarte cortou na antena. 5 a 1. Simon descontou. 5 a 2. Douglas Souza fez o sexto. Simon fez o terceiro do Cruzeiro, depois sacou para fora. 7 a 3. Alan sacou, depois cortou para fora. 7 a 4. Evandro fez o quinto do Cruzeiro. Lucão marcou pelo Sesi-SP. 8 a 5.

Alan fez o nono, Douglas Souza foi para o saque, mas o ponto foi para o Cruzeiro. 9 a 6, depois saque na rede, 10 a 6.

Simon deu uma deixadinha, para 11 a 8. Lipe marcou e foi para o saque no 12 a 9. Leal jogou para fora, 13 a 9. Lipe fez ace, e o Cruzeiro pediu tempo. Na volta, Evandro superou o bloqueio. 14 a 10.

Simon fez. 15 a 12. Sacou bem, e Isac matou o ponto. Depois sacou para fora. 16 a 13. Bom saque de Alan não impediu o Cruzeiro de marcar. 16 a 14. Encostou em bola para fora de William, e o Sesi-SP pediu tempo.

O jogo ficou empatado depois de saque forte de Evandro. Seu saque seguinte foi para fora. 17 a 16. Isac reempatou, e Alan desempatou. 18 a 17. Novo empate. Eder Levi entrou e sacou para fora. William sacou bem, mas o Cruzeiro fez o ponto e deixou a partida em 19 a 19. Evandro atacou para fora. 20 a 19 para o Sesi-SP.

Lipe sacou, mas no ataque do Cruzeiro o bloqueio do Sesi-SP jogou para fora. 20 a 20. Evandro cortou bem, na linha, e o Cruzeiro passou o Sesi-SP, que pediu tempo. 21 a 20.

Douglas Souza empatou, Gustavão sacou, Lipe bateu forte, e o Sesi-SP abriu dois pontos de vantagem. Leal cortou forte, sem defesa, e fez o 21º do Cruzeiro. Simon sacou na rede. 23 a 22. Alan também sacou na rede, e o jogo voltou ao empate, 23 a 23. Franco entrou na quadra e marcou para o Sesi-SP. 24 a 23. Renato entrou, sacou, e o Sesi-SP venceu o quarto set. 25 a 23.

William começou sacando no tie-break, Lipe bloqueou bem. 1 a 0. Simon bloqueou e empatou, sacou, cortou e fez 2 a 1. Isac bloqueou o ataque de Douglas Souza. 3 a 1. E o Sesi-SP pediu tempo quando Evandro marcou o quarto ponto do Cruzeiro, e Leal cortou bem para o 5 a 1, mas errou o saque. 5 a 2. Gustavão bloqueou. 5 a 3, e Lipe foi para o saque. Erro da arbitragem apontou que a bola tocou em Lipe, e o ponto foi para o Cruzeiro. 6 a 3. O Sesi-SP fez o quarto, Gustavão sacou , o Cruzeiro jogou para fora, e o Sesi-SP encostou, mas Leal marcou. 7 a 5. No 7 a 6, saíram William e Alan, e entraram Franco e Evandro, que sacou, mas Leal atacou bem de novo e fez 8 a 6.

Douglas Souza fez o sétimo e foi para o saque. Ponto ganho em bloqueio de Lucão. O ritmo do jogo ficou alucinante. O Sesi-SP virou em bela jogada de Lipe. 10 a 9. Evandro empatou, Gustavão retomou pelo Sesi-SP, Evandro reempatou, Gustavão pôs o Sesi-SP na frente de novo, mas Lipe sacou na rede. 12 a 12. Uriarte também sacou na rede. Isac cortou forte e reempatou, 13 a 13.

Alan atacou bem. 14 a 13. Tempo para o Cruzeiro, que na volta empatou em boa deixadinha de Isac. Eder Levi entrou para o saque, mas Douglas Souza marcou. 15 a 14. Leal reempatou, e o Sesi-SP pediu tempo.

Lipe cortou forte, 16 a 15. Simon fez o 16º do Cruzeiro. Alan matou o ponto. Leal reempatou e depois levou o Cruzeiro à frente. 18 a 17. No saque para fora de Simon, reempate. Lipe também sacou errado. E Uriarte perdeu o saque também. 19 a 19. Leal marcou o vigésimo, depois sacou para fora. 20 a 20.

Evandro marcou o 21º do Cruzeiro, e Simon fez o ponto final. 22 a 20 no tie-break, e o Cruzeiro ficou com o hexacampeonato da Superliga.