imagem google

Depois do vice na Copa Brasil, Sesi-SP vence Rio do Sul na retomada da Superliga

Equipe comandou a partida em todos os parciais e fechou em 3 sets a 0 em pouco mais de uma hora de jogo

Lucas Dantas, Agência Indusnet Fiesp

Imagem relacionada a matéria - Id: 1542333328

Fabiana com o troféu Viva Vôlei. Foto: Lucas Dantas/Fiesp

No primeiro jogo após o vice-campeonato na Copa Brasil, a equipe feminina do Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP) venceu com relativa tranquilidade o Rio do Sul por 3 sets a 0 (21/18, 21/18 e 21/16), em confronto nesta terça-feira (21/01), no ginásio da Vila Leopoldina, pela Superliga 2013/14.

Com o resultado, o Sesi-SP ocupa a sexta posição na tabela de classificação, com 22 pontos.

Destaque do jogo com 13 pontos, Fabiana liderou a equipe na vitória e recebeu o Viva Vôlei, troféu concedido ao melhor da partida em escolha feita pela comissão da equipe vencedora.

O técnico do Sesi-SP, Talmo de Oliveira, mexeu pouco no time, que começou com Fabiana, Dani Lins, Suele, Dayse, Ivna e Bia, além da líbero Suellen.

O próximo jogo será nesta sexta-feira (24/01), às 19h, na Vila Leopoldina, diante do Minas Tênis Clube.

O jogo

Jogando em casa, o Sesi-SP impôs seu jogo e abriu vantagem no primeiro set. Jogando com calma, a equipe conseguiu liderar os dois tempos técnicos obrigatórios, chegando a fazer 17/12, o que deu a impressão de que a etapa acabaria rapidamente. As visitantes aproveitaram um momento de descontrole das mandantes e chegaram ao empate: 17/17. Mas as meninas de Talmo retomaram a postura do início do jogo e, com Ivna explorando o bloqueio, fecharam em 21/18 em 27 minutos.

No início do segundo set, o time da casa viu o Rio do Sul abrir seis pontos (07/01). Depois da parada técnica obrigatória, voltaram a funcionar os bloqueios de Bia e os ataques de Fabiana e Ivna. Com calma, o Sesi-SP virou o placar em 12/11, assumindo o comando do placar. Uma decisão polêmica da arbitragem deu combustível para que o Rio do Sul ganhasse ânimo e encostasse novamente, ficando a um ponto do Sesi-SP (17/18). A tentativa de reação acabou quando Dani Lins acionou Fabiana e a capitã marcou 21/18, fechando o parcial.

Na etapa final, a equipe soube controlar as ações e o placar do início ao fim. Com os dois tempos técnicos na frente, o Sesi-SP fechou a partida sem sustos em 21/16. Fim de jogo com 3 sets a 0.