imagem google

Cumprindo meta, Sesi-SP dá início ao curso de formação de atores em teatro musical

Programa inédito vai formar profissionais em dança, canto e interpretação

Ariett Gouveia, Agência Indusnet Fiesp

Esta segunda-feira (10/03) foi dia de começar a realizar sonhos no Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP). Com a primeira aula do curso profissionalizante de Teatro Musical, realizado na unidade da Vila Leopoldina, na capital, o Sesi-SP alcança sua terceira meta na área depois do lançamento do espetáculo gratuito “A Madrinha Embriagada” e do oferecimento de oficinas de Teatro Musical.

Os alunos do curso profissionalizante de Teatro Musical do Sesi-SP: dedicação. Foto: Tamna Waqued/Fiesp

Os alunos do curso profissionalizante de Teatro Musical do Sesi-SP: dedicação. Foto: Tamna Waqued/Fiesp


Ao todo, são duas turmas, pela manhã e à tarde, com 32 alunos cada. O curso tem duração de três anos, com o objetivo de formar atores especializados em teatro musical, com habilidades de canto, dança e interpretação.

Apesar da emoção da “estreia”, o profissionalismo não ficou de lado no primeiro dia de aula. O coordenador administrativo do curso, Cleto Baccic, começou o dia exigindo pontualidade e dedicação dos alunos. Ao lado dos coordenadores de área (maestro Carlos Bauzys; música; Sara Sarres; canto, Vivian Albuquerque, corporal; Saulo Vasconcelos, interpretação; e Christina Trevisan, coordenadora pedagógica), Cleto falou sobre a seriedade de um curso profissionalizante.

“Tenho muito orgulho de todos vocês que estão aqui, que foram selecionados com cuidado para fazer esse curso, mas agora é preciso profissionalismo e dedicação de cada um”, disse Baccic, que falou sobre horário, assiduidade e uso de material escolar.

Depois das explicações iniciais sobre o funcionamento do curso, os alunos foram para a primeira aula: danças brasileiras. Além de conhecer as danças que existem no país, os futuros talentos trabalham com conceitos de corporalidade, ritmo e musicalidade. Na primeira aula, o tema foi a ciranda pernambucana.

Na sequência, vieram as aulas de percussão corporal, teoria musical e canto coral. Os professores já colocaram os alunos para praticar e soltarem a voz. O resultado emocionou os coordenadores, que chegaram no fim da aula, com os profissionais da unidade da Vila Leopoldina.

Todas as artes

Imagem relacionada a matéria - Id: 1542553628

Shayene (27 anos) e Gabriel (19): ambos apaixonados por teatro. Foto: Tâmna Waqued/Fiesp

Selecionados entre mais de 800 inscrições, os alunos terminaram a aula com mais certeza de que querem seguir carreira no teatro musical. Shayene Freitas dos Santos, de 27 anos, estuda teatro desde os 9 anos e encontrou no curso oferecido pelo Sesi-SP a oportunidade de desenvolver seus talentos.

“Conheci a área musical em uma companhia teatral da qual eu participava, e montamos o espetáculo “Rent”. Descobri minha paixão, onde eu podia juntar todas as artes”, conta a aluna. “No Brasil, até então, não existia um curso como esse do Sesi-SP, muita gente estuda no exterior e eu não tinha condições. Essa oportunidade é uma benção.”

Shayene diz que o curso vai ajudar a preencher lacunas na sua formação artística. “Eu canto, mas não tenho uma formação técnica. Danço, mas não sou bailarina. E até no teatro, no qual já sou formada, sei que tenho muito para aprender”, afirma ela, que atualmente trabalha com eventos. “Estou muito focada no curso, que é um sonho sendo realizado.”

Brilho no olho

Outro apaixonado por teatro, Gabriel Vicente da Silva, de 19 anos, também se encantou pelos musicais.   “Com 12 anos, minha mãe já me encaminhou para o mundo do teatro porque percebeu minha aptidão, meu desejo, meu brilho no olho”, conta. “O teatro virou minha única fonte de renda e a minha inspiração na vida. Logo comecei a trabalhar com canto”, diz ele, que também foi aprender jazz e dança de salão.

Por meio da dança, ele foi para a China, trabalhando em diversos projetos artísticos. Na volta ao Brasil, soube do curso do Sesi-SP. “Consegui pegar o último prazo de inscrição, foi uma correria para fazer as audições, porque estava trabalhando no interior de São Paulo”, lembra. “A  cada audição na qual eu era aprovado, era uma felicidade. Porque eram muitas pessoas, com grande potencial, para poucas vagas”, diz Silva, que destacou a equipe de profissionais do curso, formados por pessoas que são referência para quem quer seguir a carreira. “O primeiro dia de aula já foi sensacional. Em um dia, recebemos tanto conteúdo que pareceu uma semana de curso. Imagine o que vamos aprender em três anos!”

Os melhores profissionais

Depois de estudar balé e fazer teatro amador na Paraíba, Waldírio Oliveira Castro, de 22 anos, decidiu vir para São Paulo em busca de aperfeiçoamento, em novembro de 2013. Em dezembro, encontrou no curso de teatro musical do Sesi-SP a oportunidade perfeita. “Na Paraíba, não há a cultura do ator se preocupar em dançar e cantar. Com o teatro, estudei balé, mas cantava só institivamente. Vim para São Paulo para estudar e encontrei o curso do Sesi-SP.”

Depois da primeira aula, Castro saiu ainda mais animado. “Os melhores profissionais de Teatro Musical estão aqui. A estrutura é ótima, estudaram muito para montar a grade. Somos privilegiados por estar no primeiro curso de formação técnica nessa área no Brasil.”