imagem google

Com atletas do Sesi-SP, polo aquático do Brasil garante vaga na final dos Jogos Pan-Americanos

Seleção venceu a Argentina na noite desta segunda-feira (14/7) por 15 a 9

Amanda Demétrio, Agência Indusnet Fiesp

Após três vitorias consecutivas na fase preliminar dos Jogos Pan-Americanos de Toronto, o time masculino de polo aquático do Brasil venceu a Argentina por 15 a 9 (BRA 3-1 ARG, 4-1, 4-2 e 4-5), com dois gols de Bernardo Reis “Braga” e um de Gustavo Grummy, na semifinal da competição. O time deve enfrentar os Estados Unidos na briga pelo ouro nesta quarta-feira (15/7), a partir das 21h, horário de Brasília.

A partida desta segunda-feira começou com a seleção brasileira saindo na frente no marcador. A equipe sofreu o empate, mas logo recuperou a vantagem e fechou o primeiro quarto com 3 a 1. O segundo período foi dominado pelo Brasil, com gols de Josip Vrlic, Bernardo Reis, Adrian Delgado e Felipe Perrone, a seleção não deu vez para os argentinos e fechou o quarto com o placar de 4 a 1.

Gustavo Grummy, do Sesi-SP, marco um dos gols da vitória da seleção brasileira sobre a Argentina no Pan de Toronto. Foto: Ayrton Vignola/Fiesp

Gustavo Grummy, do Sesi-SP, marco um dos gols da vitória da seleção brasileira sobre a Argentina no Pan de Toronto. Foto: Ayrton Vignola/Fiesp


No terceiro quarto, o Brasil seguiu com a boa fase e mais uma vez marcou quatro gols (4 a 2), agora com o atacante Grummy atuando e pontuando. O quinto e último período foi o único em que a Argentina terminou na frente com um gol de vantagem, mas não foi o suficiente para vencer os brasileiros, que terminaram a partida com 15 a 9 e garantiram a vaga na final.

Com a vitória, o Brasil dá sequência à boa campanha no Pan, após ter vencido o Canadá na estreia, a Venezuela e o México. Agora, o time reencontra um adversário que derrotou nos pênaltis no último mês, na briga pelo bronze na Liga Mundial, a seleção norte-americana.

O confronto desta quarta-feira contará com uma curiosidade, quatro jogadores de uma mesma equipe atuando em times opostos. Gustavo Grummy, Bernardo Reis “Braga” e Paulo Salemi defenderão o Brasil, enquanto Tony Azevedo, companheiro de equipe dos brasileiros no Sesi-SP, comanda a seleção dos Estados Unidos.

Natural do Rio de Janeiro, Tony Azevedo mudou-se para os Estados Unidos com a família quando tinha apenas dois meses de idade. Se tornou um grande jogador e líder de equipe defendendo a Universidade de Stanford, ganhando quatro campeonatos estaduais e dois títulos da National Collegiate Athletic Association (NCAA). Logo ganhou prestigio e seguiu para a seleção norte-americana.