Cadastro Ambiental Rural em debate na Fiesp

Registro foi apresentado pelo pesquisador da Embrapa Evaristo Miranda em reunião do Conselho Superior de Agricultura da Federação

Agência Indusnet Fiesp

Dia de debater os desdobramentos e benefícios do Cadastro Ambiental Rural (CAR) para o melhor planejamento e análise do agronegócio brasileiro. Para conduzir a discussão, o pesquisador da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) Evaristo Miranda foi o convidado da reunião do Conselho Superior do Agronegócio (Cosag) da Fiesp, realizada na manhã desta segunda-feira (29/05), na sede da federação, em São Paulo. O encontro contou ainda com a presença do secretário estadual do Meio Ambiente de São Paulo, Ricardo Salles.

De acordo com Miranda, o CAR foi criado pelo novo Código Florestal e consiste num registro eletrônico para imóveis rurais. Os dados coletados pelo sistema servem para apontar tendências e ampliar o debate sobre a ocupação da terra no Brasil. “Precisamos cuidar da gestão da biodiversidade e da ‘bioadversidade’”, afirmou. “Temos quase 75% do nosso território composto por pastagens nativas, não é justo que sejamos vistos lá fora como um país que não protege os seus recursos naturais”.

A reunião do Cosag nesta segunda-feira (29/05): debate sobre áreas protegidas. Foto: Helcio Nagamine/Fiesp