imagem google
Início do conteúdo

Bruto estreia nesta quinta-feira (16/04) no Espaço Mezanino do Centro Cultural Fiesp Ruth Cardoso

Peça discute a falta de diálogo a partir do encontro de 11 jovens. Espetáculo tem no elenco atores do Núcleo Experimental de Artes Cênicas do Sesi-SP

Isabela Barros

O que sobra em opinião, falta em diálogo. Dessa impossibilidade de comunicação surge a brutalidade que explode no encontro de 11 personagens. E isso tendo o vai e vem da Avenida Paulista ao fundo. Com esse enredo e esse cenário, estreia, nesta quinta-feira (16/04), no Espaço Mezanino do Centro Cultural Fiesp Ruth Cardoso, em São Paulo, a peça Bruto, de Alexandre Dal Farra. O espetáculo, que tem direção de Luiz Fernando Marques, fica em cartaz até 26 de julho e tem no elenco atores do Núcleo Experimental de Artes Cênicas do Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP).

“O ‘bruto’ da encenação está na linguagem, nas emoções não lapidadas, no conflito”, explica Farra. “As pessoas não sabem dialogar, mesmo que tenham opinião para tudo”.

Tendo como base o encontro de 11 jovens com idades entre 20 e 30 anos, “mais para 20 do que para 30”, a peça tem como pano de fundo as manifestações de junho de 2013. “É uma oportunidade de refletir sobre a situação atual, vivemos um tempo de ânimos muito extremados”, diz o autor.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1537506091

Cena da peça Bruto: impossibilidade de diálogo e as manifestações de junho de 2013 em debate. Foto: Reprodução Vídeo


Outro destaque é o cenário, que aproveita o Espaço Mezanino do Centro Cultural Fiesp Cardoso, no prédio da Fiesp e do Sesi-SP, em sua totalidade, com a visão da Paulista. O endereço, um dos mais famosos da maior metrópole brasileira, acaba sendo incorporado ao cenário. “Brincamos que as sessões das sextas-feiras, quando a avenida ferve, serão as mais animadas”, afirma o diretor Luiz Fernando Marques.

Segundo Marques, o local da encenação foi esvaziado para permitir seu melhor uso, com todas as atenções voltadas para os diálogos, para os conflitos dos personagens. “Tiramos tudo e deixamos o espaço o mais próximo possível do projeto do Paulo Mendes da Rocha”, disse ele numa alusão ao arquiteto responsável pela área, que ganhou o formato atual em reforma na década de 1990.

Espontaneidade  

O desempenho dos atores do Núcleo Experimental de Artes Cênicas do Sesi-SP foi elogiado pelo autor de Bruto. “Essa é a primeira peça que eu monto com a estrutura do Sesi”, diz Farra. “A aceitação do trabalho pelo elenco, que veio todo o Núcleo, foi muito boa”.

Para ele, a espontaneidade desses profissionais do palco é um dos destaques do espetáculo. “Não são pessoas amarradas à técnica tradicional”, afirma.

Criado em 2001, o Núcleo Experimental de Artes Cênicas do Sesi-SP é um programa de aprimoramento artístico para jovens atores. As atividades do projeto, coordenado pela atriz Miriam Rinaldi, envolvem aulas, encontros e oficinas.

Serviço

Bruto

Local: Espaço Mezanino – Centro Cultural Fiesp Ruth Cardoso – Avenida Paulista 1313, em frente à estação Trianon-Masp do Metrô

Quando: De 16 de abril a 26 de julho (Quinta a sábado, às 20h30. Domingo, às 19h30)

Classificação Indicativa: 16 anos

Duração: 100 minutos

Capacidade: 44 lugares