imagem google

Brasil precisa de projeto de infraestrutura, diz novo presidente do Coinfra

Marcos Marinho Lutz, CEO da Cosan, fala em “mar de oportunidades” para atrair investimentos para o setor

Anne Fadul, Agência Indusnet Fiesp

O Conselho Superior de Infraestrutura (Coinfra) da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) foi reinstalado nesta quarta-feira (12/8) durante reunião na sede da entidade. Marcos Marinho Lutz, CEO da Cosan, foi nomeado o novo presidente do Coinfra durante o encontro. “É uma satisfação fazer parte deste time. A infraestrutura no Brasil sofreu muito nos últimos anos, com inúmeras mudanças. Vivemos momento delicado, mas temos um mar de oportunidades que pode atrair muitos investimentos para o setor”, afirmou.

Para Lutz, indústria e agricultura serão os responsáveis por “salvar” o Brasil, mas ressalta que “para isso é necessário um projeto de infraestrutura”. Ele acredita que a Fiesp tenha papel importante em  fazer com que o governo entenda como a indústria nacional e paulista enxerga as necessidades do setor.

O Coinfra é um órgão técnico estratégico da Fiesp, coordenado pelo Instituto Roberto Simonsen (IRS). Tem como objetivo debater, realizar estudos e propor políticas na área de infraestrutura. Além disso, promove a permanente interação das entidades, analisando a repercussão das iniciativas e posições da entidade e contribuindo para o diálogo com os demais segmentos da classe empresarial e da sociedade em geral.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1542598871

Reunião de reinstalação do Conselho Superior de Infraestrutura da Fiesp. Foto: Ayrton Vignola/Fiesp


Composição do Coinfra:

Presidente

Marcos Marinho Lutz

Vice-Presidentes

Carlos Antonio Cavalcanti
Benedicto Barbosa da Silva Junior

Conselheiros

Alexei Macorin Vivan
Aluizio de Barros Fagundes
Antonio Carlos Sepúlveda
Antonio Carlos Valente da Silva
Antonio Roberto Beldi
Bernard Appy
Camil Eid
Carlo Alberto Bottarelli
Carlos Faria
Carlos Frederico Hackerott
César Luiz De Godoy Pereira
Dilma Seli Pena
Eduardo Antonio Moreno
Ericson de Paula
Eugênio Soldá
Fernando Xavier Ferreira
Gustavo Pecly Moreira
Homero Corrêa de Arruda Filho
Jerson Kelman
João Pedro Flecha de Lima
José Antonio Cristóvão Balau
José Botafogo Gonçalves
José Di Bella Filho
José Roberto Bernasconi
Júlio Fontana Neto
Luis E. Pescarmona
Luiz Fernando Horta de Siqueira
Luiz Fernando Santos Reis
Luiz Sérgio Assad
Manoel Arlindo Zaroni Torres
Marcello Magistrini Spinelli
Marco Túllio Bottino
Marcos Cardoso Costa
Mário de Queiroz Galvão
Mario Luiz Menel da Cunha
Martus Tavares
Mássimo Andréa Giavina-Bianchi
Nadia Sueli Taconelli Paterno
Nelson Vieira Barreira
Ozires Silva
Paulo Camillo Vargas Penna
Paulo Gomes Castelo Branco
Paulo Roberto Chimenti Auriemo
Pedro Andréa Krepel
Renato Alves Vale
Renato Ferreira Barco
Ricardo Cleber Zangirolani
Rodrigo Arnús Koelle
Ronaldo Bianchi