imagem google
Início do conteúdo

Benjamin Steinbruch vistoria Senai-SP que será inaugurada em Bragança Paulista

Escola terá capacidade para atender 784 alunos por período

Juan Saavedra, Agência Indusnet Fiesp, de Bragança Paulista (SP)

Cumprindo agenda em Bragança Paulista (SP), município a pouco mais de 85 quilômetros da capital, o presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) e do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial de São Paulo (Senai-SP) aproveitou para vistoriar a unidade do Senai-SP. A escola está nos preparativos finais para a inauguração, ainda sem data exata definida.

Na visita, Steinbruch foi acompanhado pela diretora regional do Senai-SP, Débora Cypriano Botelho, e pelo diretor técnico, Ricardo Terra. Coube ao diretor da unidade, Izidoro José de Matos, guiar o presidente. O presidente do Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Ciesp), Rafael Cervone Netto, também integrou a comitiva.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1537415661

Benjamin Steinbruch (ao centro), acompanhado por Izidoro José de Matos e Rafael Cervone Nettto (da esquerda para a direita). Foto: Tâmna Waqued/Fiesp


Com investimento que supera R$ 30 milhões em infraestrutura e equipamentos, a nova unidade no bairro Jardim da Fraternidade vai substituir o centro de treinamento da entidade. Serão oferecidos cursos nos eixos mais demandados pela indústria da região: metalmecânica, eletroeletrônica, plástico e tecnologia da informação. A escola deve começar a funcionar no início de 2015.

De acordo com Matos, cerca de 80% dos equipamentos já estão instalados no local e os demais devem chegar entre outubro e novembro. A escola deve começar a funcionar em 2015. “Em termos de espaço é seis vezes maior. Vamos sair de um espaço de 1.500 metros quadrados para 8.200 metros quadrados em uma área total de 25.000 metros quadrados˜, informou o diretor.

A capacidade de alunos por período é de 784 alunos por período, que serão atendidos por aproximadamente 55 funcionários, entre professores e pessoal administrativo. No centro de treinamento, a capacidade de atendimento é de 200 alunos por período.

“Toda cidade quer ter uma escola do Senai-SP. E agora vamos ter uma belíssima escola do Senai-SP em Bragança. E o que é mais importante: ao lado de uma escola do Sesi-SP, que também é outra conquista da cidade”, comentou Matos.

>> Quem se preparar tem mais condições de enfrentar período de crise, recomenda presidente da Fiesp em Bragança Paulista