imagem google
Início do conteúdo

Benjamin Steinbruch fala da sua expectativa para 2014

O vice-presidente da Fiesp afirma que o Brasil está num bom caminho e que é preciso que vença dentro e fora dos campos de futebol

Agência Indusnet Fiesp

No último dia do ano de 2013, o vice-presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo, Benjamin Steinbruch, publicou artigo no jornal Folha de S. Paulo, elencou os itens de sua lista de “desejos” para 2014.

O primeiro da lista é “emprego e a renda”. Para Steinbruch, “não existe nada mais triste e desagregador para as famílias do que o desemprego” e ele alerta: “Para que haja sempre mais trabalho, é preciso expandir a atividade produtiva. Que venha, então, o crédito sem juros exorbitantes tanto para investimentos quanto para o consumo. Que as autoridades tenham bom-senso para manter as taxas em níveis civilizados e procurem aliviar a carga tributária da sociedade como um todo”.

Outros itens que entraram na lista dele foram: câmbio favorável ao exportador, eficiência dos serviços públicos, políticas públicas vigorosas nas áreas de educação, saúde e sociais em geral.

Elogiando o clima democrático vivido no País, Steinbruch ressaltou a importância de que se continue as reivindicações “sadias” nas áreas sociais, principalmente, para que haja melhor distribuição de gastos públicos, combate à corrupção e à burocracia, melhoria da mobilidade urbana, mais segurança nos grandes centros urbanos, além de outras causas.

Steinbruch afirmou, por fim, que estará na torcida de que o Brasil ganhe a Copa do Mundo, dentro e fora do campo, “num ambiente de paz, alegria e fair play … com boa organização e a conclusão a tempo dos projetos de estádios, hotelaria e infraestrutura urbana”.

Mas que após a Copa, deseja que “se abra um debate amplo sobre os problemas nacionais, de forma que os brasileiros sejam bem informados para votar com consciência e responsabilidade para a Presidência da República e para os demais cargos públicos nas eleições de outubro”.

Para ler o artigo na íntegra, acesse aqui o site do jornal Folha de S.Paulo.