imagem google

Atividades do Comitê Olímpico do Brasil em debate na Fiesp

Estrutura do órgão foi apresentada em reunião do Comitê da Cadeia Produtiva do Desporto da federação, na tarde desta quarta-feira (20/06)

Isabela Barros, Agência Indusnet Fiesp

As perspectivas para o futuro do Comitê Olímpico do Brasil (COB) e a MP 841/2018 foram debatidas, na tarde desta quarta-feira (20/06), na sede da Fiesp, em São Paulo, na reunião do Comitê da Cadeia Produtiva do Desporto (Code) da federação. O encontro foi coordenado pelo diretor titular do Code, Mario Frugiuele.

Vice-presidente do COB, Marco Antonio La Porta Junior apresentou a estrutura do comitê, seus objetivos e metas de trabalho. “Somos um órgão autônomo, com um conselho de administração eleito que toma todas as decisões em nível estratégico”.

Há ainda, segundo Junior, os comitês de assessoramento de gestão. “É sempre um grupo que toma as decisões”, disse. “E a cada dois aos o nosso estatuto é revisto”, explicou. “Queremos fortalecer a imagem do esporte olímpico no Brasil”.

Nesse sentido, o COB “serve para trabalhar o esporte de rendimento, alavancar a atividade”.

Entre outras iniciativas do comitê, Junior citou o programa Time Brasil em Desenvolvimento, do qual faz parte o atleta Thiago Braz, campeão do salto com vara. “Colocamos os atletas em centros de treinamento e damos todo o apoio”, explicou. “São 22 modalidades esportivas contempladas pelo projeto”.

Já o Instituto Olímpico Brasileiro forma profissionais para trabalhar no esporte, apoiando a formação de gestores e atletas, por exemplo. Também destacada, a Academia Brasileira de Treinadores complementa a formação de educadores físicos para trabalhar na preparação dos profissionais de alto rendimento.

Frugiuele destacou que a Fiesp “também trabalha em prol do esporte” e se colocou à disposição para ajudar o trabalho do COB a se desenvolver. “O Code está à disposição de vocês”, disse.

Imagem relacionada a matéria - Id: 1542272804

Junior na reunião do Code: “Queremos fortalecer a imagem do esporte olímpico no Brasil”. Foto: Helcio Nagamine/Fiesp