A Visita da Velha Senhora estreia no Centro Cultural Fiesp

Peça de Friedrich Dürrenmatt tem no elenco Denise Fraga, Tuca Andrada e Ary França

Agência Indusnet Fiesp

A Visita da Velha Senhora, texto do suíço Friedrich Dürrenmatt, chega ao palco do Teatro do Sesi-SP, no Centro Cultural Fiesp, dia 18 de agosto, sob a direção de Luiz Villaça. A montagem, inédita, expõe a fragilidade dos valores morais e da noção de justiça quando entra em cena o dinheiro. Denise Fraga, Tuca Andrada e Ary França estão no elenco, ao lado de Fábio Herford, Daniel Warren, Maristela Chelala, Romis Ferreira, Renato Caldas, Eduardo Estrela, Beto Matos, Luiz Ramalho e Rafael Faustino. O espetáculo fica em cartaz até 26 de novembro, com entrada grátis.

Na trama, os cidadãos da cidade de Güllen esperam ansiosos pela chegada da milionária Claire Zachanassian (vivida por Denise Fraga) – que promete salvá-los da falência. No jantar de boas-vindas, Claire impõe uma condição: doa um bilhão à cidade se alguém matar Alfred Krank, o homem por quem foi apaixonada na juventude e que a abandonou grávida por um casamento de interesse. Ouve-se um clamor de indignação, e todos os habitantes de Güllen rejeitam a absurda proposta.  Claire, então, decide esperar, hospedando-se com seu séquito no hotel da cidade.

A partir dessa premissa, Friedrich Dürrenmatt nos premia com uma obra-prima da dramaturgia, construindo uma rede de cenas que se entrelaçam, cheias de humor e ironia, onde os personagens vão, pouco a pouco, escancarando a fragilidade humana diante do grande regente de nossas vidas: o dinheiro.

A Visita da Velha Senhora tem no elenco Denise Fraga e Ary França. Foto: Everton Amaro/Fiesp

 

A Visita da Velha Senhora é caracterizada por Dürrenmatt como uma comédia trágica.  Seu texto faz uso do humor para a reflexão. Disseca os conflitos morais, as noções de ética, poder e justiça e as sutilezas de suas fronteiras. Até onde pode-se ir por dinheiro? O que significa justiça em nossos tempos? Até que ponto o valor moral da justiça se adequa ao poder econômico? Até que ponto a linha ética se molda ao poder? Até onde nos vendemos? E quanto nos custa a não submissão? Ao longo da história, o público se depara com questões que sempre estiveram em pauta na história da humanidade e que se apresentam agora mais atuais do que nunca.

“Depois de dois anos e meio de A Alma Boa de Setsuan, de Bertolt Brecht, e um ano e meio de Galileu Galilei, do mesmo gênio alemão, sou mais uma vez surpreendida pela potente atualidade de um clássico. Não foi por acaso que cheguei a Dürrenmatt. Foi discípulo, bebeu em Brecht.  Lá está o mesmo fino humor, a mesma ironia e teatralidade. Dürrenmatt também se faz valer do entretenimento para arrebatar o público para a reflexão”, afirma Denise Fraga.

A VISITA DA VELHA SENHORA

Centro Cultural Fiesp – Teatro do Sesi-SP (456 lugares)

Av. Paulista, 1313 – Bela Vista (em frente à estação Trianon-Masp do Metrô)

Informações: www.centroculturalfiesp.com.br e (11) 3146-7439

Quinta a domingo, às 20h

Entrada grátis.

Reservas antecipadas de ingressos online pelo site www.centroculturalfiesp.com.br

Para apresentações entre dias 1º e 15, reservas divulgadas na internet a partir do dia 25 do mês anterior.

Para apresentações entre dias 16 e 31, reservas divulgadas na internet a partir do dia 10 do mesmo mês.

Ingressos remanescentes são distribuídos por sessão, no dia do espetáculo, a partir do horário de abertura da bilheteria (quarta a sábado, das 13h às 20h; domingo, das 11h às 20h).

Classificação indicativa: 14 anos

Duração: 120 minutos

Gênero: comédia trágica

Estreia dia 18 de agosto de 2017

Temporada: até 26 de novembro